Adilson Júnior parabeniza atletas São-cristovenses e reprova ausência estrutural da prática esportiva no município

Neste dia Nacional do Vôlei, 27 de junho, o pré-candidato a prefeito, Adilson Júnior, vem a público parabenizar os atletas São-Cristovenses praticantes desta modalidade e, ao mesmo tempo, reprova a ausência de estruturas para a prática esportiva dentro do município.

“É com muita honra que venho parabenizar os atletas da nossa cidade que praticam o vôlei e aos envolvidos na formação de cada um deles, pois, apesar de não haver uma política que disponibilize estruturas para as práticas esportivas, existe na cidade vários destaques, tanto no vôlei como em outras categorias”, disse Adilson.

O vôlei é o segundo esporte favorito do Brasil e, diferente das outras modalidades, recebe um destaque maior nos times compostos por mulheres.

Destaques municipais do Vôlei

Em São Cristóvão, a realidade não é diferente e a representatividade feminina na modalidade é grande, sendo a principal delas, a atleta olímpica, Duda Lisboa, multicampeã do vôlei de praia e eleita a melhor jogadora da categoria.

Existem também outras referências importantes, como Cida Lisboa, mãe de Duda, ex-jogadora e treinadora responsável pelos expressivos resultados de atletas sergipanos no cenário nacional do vôlei de praia.

Além disso, Cida disponibilizou na cidade uma escola de vôlei que resultou na descoberta de vários talentos, como Agatha Bianca Rodrigues, jogadora pelo Instituto Dom Fernando Gomes – IDFG

Política Esportiva

Apesar de tantos talentos, a política voltada para o esporte dentro do município ainda é precária. O atual prefeito, Marcos Santana, falha em não implantar projetos desportistas que minimizem os efeitos da desigualdade social para a população mais carente e marginalizada.

“Sabemos que existe em São Cristóvão o Bolsa Atleta, programa responsável por incentivar a continuidade esportiva de várias modalidades. Em contrapartida, não há estruturas básicas para que ocorra a prática esportiva dentro do município, um exemplo disso é o abandono de quadras e a privatização do campo do limão, dessa forma, existe uma limitação para um determinado público”, destacou o pré-candidato.

O esporte em geral é uma ótima ferramenta de inclusão social, de melhoria na saúde e incentivo à educação de jovens. Ampliar as oportunidades da prática esportiva é de suma importância e, para isso, é necessário que dentro do município exista essa valorização e reconhecimento.

“O Bolsa Atleta é uma ótima ferramenta de incentivo, mas é necessário que haja estruturas para que mais jovens tenham a oportunidade de entrar em contato com estes exercícios. A quadra dos pintos é um ótimo local para isso, anos atrás servia para as escolas produzirem campeonatos estudantis e, atualmente, se encontra em um estado lastimável, assim como o ginásio poliesportivo do Eduardo Gomes, obra iniciada por Armando e deixada para trás pelas gestões seguintes. Os atuais e futuros atletas de São Cristóvão merecem mais”, completou.

Adilson frisou ainda que, por se tratar de uma atividade prazerosa e atrativa para jovens e adolescentes, o esporte deve ser priorizado em todas as redes de ensino, pois serve de apoio ao sistema educacional, além de apresentar-lhes outras possibilidades de convivência.

“Sem ginásio poliesportivo nas redes de ensino e sem projetos na cidade de São Cristóvão que incentive os jovens a praticarem atividades esportivas, corremos riscos de perder grandes talentos para as ruas e para as drogas”.

 

 

 

Reprodução autorizada mediante citação da fonte: Imprensa 24h

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta