Adilson Júnior solicita detalhes de contratação milionária da prefeitura de São Cristóvão

Buscando a transparência pregada por Marcos Santana, o pré-candidato a prefeito de São Cristóvão, Adilson Júnior, solicitou, nesta segunda-feira (31), detalhes informativos do contrato milionário de terceirização.

“É notório que a transparência na atual gestão é aplicada de forma deficiente, por isso, venho buscar meios de aclarar informações ocultas. Apenas a quatro meses da eleição, o prefeito Marcos Santana descobriu que havia necessidade de fazer um contrato milionário de terceirização, depois que nós denunciamos a farra em nomeação de cargos em comissão, a prefeitura surge com esse artifício”, disse o pré-candidato.

O requerimento foi protocolado nesta manhã, a fim de saber quem são as pessoas contratadas, bem como o local onde estão trabalhando e quanto estão recebendo.

Para Adilson Júnior, o contrato poderia estar servindo como um meio indireto de cumprir acordos políticos.

“Após a intervenção na farra de nomeações, mesmo em meio a dificuldades da pandemia, o prefeito Marcos Santana resolve assinar a esta contratação. Não quero acreditar que esse contrato esteja servindo para cumprir acordos políticos do senhor prefeito”, disse.

Em seguida, o pré-candidato solicitou que, caso seja aprovado a obtenção das informações, estas sejam publicadas no Portal da Transparência, para que os cidadãos e órgãos de controle tenham acesso.

“A ampla transparência é a obrigação moral que o gestor deve ter com a população, não as divulgar é, no mínimo, desrespeitoso. Iniciei buscando essa perspicuidade pelo contrato de terceirização e pretendo prosseguir com as demais omissões de informações que houver”, prometeu.

Para finalizar, Adilson citou a importância de a população sempre cobrar transparência de gastos e contratações, visto que, trata-se do dinheiro público.

“A população paga impostos e isso a torna dona dos bens estatais. Dessa forma, é de extrema importância que exista o reconhecimento de como está sendo gasto todo esse dinheiro. Pois, no momento em que os professores do PSS tiveram seus contratos suspensos, agentes de saúde lutando pelos 40% de insalubridade que tem direito e postos de saúde sem remédio, a prefeitura se preocupa em fazer um contrato milionário de terceirização à beira da eleição”, disse.

“Se não tivermos as informações divulgadas pela prefeitura, entraremos na justiça pedindo a suspensão desse contrato e que as informações sejam divulgadas. É o dinheiro do povo que está sendo usado pela prefeitura, preocupados apenas com a eleição municipal”, completou.

 

 

Confira o Vídeo:

 

 

 

 

Reprodução autorizada mediante citação da fonte: Imprensa 24h

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta