Após outro PL barrado na mesma semana, Neto Batalha dispara: vergonha e falta de transparência

Primeiro, ele ficou indignado. Agora, o sentimento é de revolta. Assim ficou o vereador Neto Batalha (PP) quando soube do segundo Projeto de Lei barrado na Câmara Municipal de São Cristóvão, ambos na mesma semana. Desta vez, o PL vetado corresponde a implementação do Compliance na cidade histórica. “Infelizmente, o programa que estabelecia transparência nos contratos públicos não vingou. O pior é saber que foi desaprovado pelo simples fato de eu ser da oposição. Um absurdo”, desabafou.

Entusiasmado com o primeiro mandato em São Cristóvão, o vereador Neto Batalha apresentou o projeto do Compliance seis meses atrás, contudo esta semana foi vetado.

Neto Batalha lembrou que programa do Compliance não é mais novidade em Sergipe. Aracaju se tornou a primeira cidade do Nordeste a aprovar uma Lei sobre o tema em 2019 e a próxima podia ser São Cristóvão.

Quando elaborou o projeto voltado para a quarta cidade mais antiga do Brasil, a proposta era trazer mais transparência para a população, pois o Compliance atua como uma lei anticorrupção em todas as esferas do poder público.

Apesar de vetado, o vereador informou que não vai desistir de buscar transparência e leis que possam acabar com eventuais corrupções em São Cristóvão. “Oposição é exatamente isso. Eles precisam entender que estou exercendo apenas meu papel, mas muitos me enxergam como inimigo. Uma pena”, lamentou.

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *