Breno Garibalde teme paredões de prédios na Orla da Atalaia

Na sessão parlamentar da última quinta-feira (13) o vereador Breno Garibalde falou sobre a especulação imobiliária em um dos principais cartões postais de Aracaju, a Orla da Atalaia. Considerada por muitos como a mais bonita do Nordeste e uma das mais belas do Brasil, a Orla pode ser alvo de um paredão de prédios que pode causar transtornos para a comunidade local tanto em relação ao clima, quanto à sobrevivência dos comerciantes.

“A cidade está crescendo sem um Plano Diretor atualizado, isso é bem preocupante em vários aspectos. A especulação imobiliária na Orla de Atalaia está crescendo e o paredão de prédios que pode se formar ali é muito prejudicial. Corremos o risco de formação de ilhas de calor e de termos uma praia sem sol, como já ocorre em Balneário Camboriú; além de várias outras implicações ambientais”, afirmou o parlamentar.

Outra problemática trazida pelo aumento dos prédios na Orla, é a retirada iminente de alguns comerciantes que já estão lá há mais de 30 anos, a exemplo dos vendedores de peixe. “A cidade precisa ser pensada para todas as pessoas, não podemos encher Aracaju de muros e portarias. Podemos pensar em fachadas ativas, que incluam comércios e serviços, dando movimento e segurança à cidade”, disse Breno.

Outro assunto abordado em sua fala na sessão plenária foi a questão da dificuldade de acesso à segunda dose da vacina contra a Covid-19, que alguns moradores idosos da zona norte estão enfrentando em Aracaju.

“Os postos de vacinação nessa área são insuficientes e precisamos de um pouco mais de sensibilidade porque a comunidade de bairros como Porto Dantas, Japãozinho, Bairro Industrial, está tendo que se deslocar para o 18 do Forte e os idosos estão sujeitos a aglomerações, a pegar ônibus lotados e ficar na fila, muitas vezes tomando chuva”, ressaltou o vereador.

Deixe uma resposta