Câncer de Próstata: Maria alerta sobre a importância do autocuidado

No triênio 2020-2022, segundo estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca), em Sergipe, de cada 100 mil homens, 122,55 podem ser acometidos por câncer de próstata. No Brasil, no mesmo período, estão previstos 65.840 casos novos. Pelos cálculos do Instituto, a cada 100 mil homens no país, cerca de 62,95 poderão ser atingidos por esse tipo de câncer, segundo mais comum entre eles. O pele não-melanoma é o primeiro.

“São dados que nos chamam a atenção e acende um alerta para a importância do autocuidado e da necessidade de procurar um especialista para consulta e exames de rotina, de modo a identificar, o quanto antes, possíveis problemas”, disse a deputada Maria Mendonça (PSDB), autora da Lei 8.176/2016 que institui no Calendário Oficial do Estado de Sergipe, o Novembro Azul, dedicado às ações de conscientização da saúde masculina.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado da Saúde, mais de 400 pacientes com câncer de próstata estão sendo acompanhados pelo Centro de Oncologia do Hospital de Urgência em Sergipe (Huse). “Os números são muito inquietantes, tendo em vista que se trata de uma doença que mata, mas, quando descoberta logo no início tem enorme chance de cura”, destacou.

Para Maria Mendonça, o autocuidado deve acontecer durante todo o tempo e não somente no mês de novembro. No seu entender, os homens precisam se conscientizar de que o câncer de próstata pode ser evitado. “Mas, infelizmente, o público masculino não é muito afeito a procurar um médico. Geralmente só deixam para fazer isso quando já estão doentes”, alertou a parlamentar.

Conforme informações do Inca, o de próstata é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de 75% dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. Na fase inicial, ele não apresenta sintomas e, quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura.

Na fase avançada, entre os sintomas estão dor óssea; dores ao urinar; vontade de urinar com frequência; presença de sangue na urina e/ou no sêmen. Os negros sofrem maior incidência deste tipo de câncer e quando há casos na família, deve-se ficar muito mais atento.

“Negligenciar a saúde, não é uma atitude sábia”, alertou Maria, lembrando que o Novembro Azul, que surgiu na Austrália em 2013, é uma campanha de conscientização que objetiva mudar hábitos e atitudes do público masculino.

Assessoria Parlamentar deputada Maria Mendonça

 

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *