CPI da Covid-19 em Sergipe vira palanque para eleições de 2022 e tema de debate na Alese

“Usou as redes sociais de forma orquestrada para montar um palanque e fazer uma manobra política”. Foi desta forma que o deputado estadual, João Marcelo (PTC), se referiu à nota publicada pela deputada Kitty Lima (Cidadania), na qual ela afirma que os deputados não favoráveis  à instalação da CPI da Covid estão no “bolso do governador”.

Segundo João Marcelo, seu posicionamento contrário ao pedido de instauração da CPI se baseia na preocupação com a vida das pessoas e na incoerência desta investigação com os deveres de um deputado.

“Fiscalizar e investigar são duas coisas diferentes, estamos falando de investigação, e a obrigação do deputado é fiscalizar e não de investigar. Em uma CPI, político investiga político e isto não está certo”, enfatizou ele.

Em sua avaliação, a deputada Kitty Lima desconhece as funções de um deputado, e sua ação faz parte de uma manobra partidária do Cidadania, uma vez que somente deputados deste partido foram a favor da instauração. “Este partido não teve coragem de propor um Projeto de lei para combater o coronavírus e agora solicita CPI da Covid”, finalizou João Marcelo.

Outras reações 

Durante a Sessão Mista Extraordinária realizada na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) na manhã desta terça-feira, 27, o deputado Adailton Martins (PSD) também se posicionou sobre o caso, solicitando retratação por parte de Kitty Lima, que, em suas palavras “se empolgou nas redes sociais, foi deselegante com os colegas, querendo forçar todos os deputados a assinar a CPI”.

O deputado Francisco Gualberto (PT) também se posicionou, afirmando ter ficado “estarrecido” ao tomar conhecimento da situação, que em sua avaliação foi despreparada e  leviana. “A liberdade parlamentar é diferente de cometer crime, quando ela faz uma acusação destas, ela comete um crime e extrapola sua liberdade de expressão, acusando o governador e deputados de serem corruptos”, finalizou ele.

Entenda o caso

Publicidade:

A deputada Kitty Lima solicitou, no dia 20 de abril, a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a gestão e aplicação dos recursos destinados ao combate da Covid-19 por parte do Governo de Sergipe.

Posteriormente, a deputada fez uma publicação em uma rede social na qual solicitava posicionamento dos colegas quanto ao requerimento da CPI, afirmando que “agora é hora de saber quem está ou não no bolso do governador, quem defende ou não a transparência”.

 

 

Fonte: Fan F1

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta