Depois de dois requerimentos negados, bancada da oposição quer abrir CPI da Covid em São Cristóvão

O clima esquentou na Câmara Municipal de São Cristóvão durante sessão virtual na noite desta quinta-feira, 29. Tudo por causa de mais um requerimento negado do vereador da oposição Neto Batalha (PP). A votação da maiora na casa impediu que a Prefeitura apresentasse a folha salarial de pagamento de funcionários efetivos e com cargo em comissão. Este é o segundo requerimento negado em menos de um mês. No primeiro,O vereador Neto solicitava transparência com os recursos oriundos do governo federal no combate à Covid-19.

“Como não tivemos êxito nos pedidos, vamos preparar um novo requerimento, desta vez em favor da abertura de um CPI para investigar onde foi parar 5 milhões de reais enviados pela União”, prometeu um dos líderes da oposição, vereador Leandro da Renovaçao .

Segundo os parlamentares,é inaceitável o comportamento da Prefeitura de São Cristóvão em não revelar publicamente os gastos nas ações de combate ao coronavírus. “Ora, qual o mistério disso tudo? Qual a preocupação dos gestores do poder público municipal? E por que alguns vereadores concordam com a falta de transparência? Tudo isso, pode ser resolvido com uma CPI”, esclarece a oposição.

Neto e o vereador Leandro da Renovação estão trabalhando nos bastidores para convencer outros parlamentares que a instalação de uma CPI é a melhor saída para dar transparência na administração pública municipal. “Infelizmente, essa gestão nunca priorizou a transparência com os gastos públicos. Vamos ver até quando isso vai acontecer?”, questiona Neto Batalha.

 

 

 

 

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Publicidade:
Publicidade:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta