Direita Sergipana, PTB, JTCC e outros movimentos se unem em manifestação pelo voto impresso auditável

No último domingo, 01, milhares de brasileiros, espalhados em diversos Estados do país, foram às ruas manifestar o interesse pelo voto impresso auditável para as próximas eleições. Em Sergipe, o ato foi comandado pelo Direita Sergipana e recebeu o apoio do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), da Juventude Trabalhista Cristã Conservadora (JTCC) e de outros movimentos direitistas, por meio de uma grande ‘motocarreata’ que percorreu às ruas de Aracaju.
A ação que iniciou às 14 horas, próximo aos Arcos da Orla da Atalaia, seguiu até o Calçadão da Praia Formosa, terminando aproximadamente às 18 horas. Durante todo o trajeto, foi notório a grande quantidade de pessoas que carregavam a bandeira do Brasil, cantavam o hino nacional e clamavam por uma democracia mais segura.
Satisfeitos com a quantidade de sergipanos que querem o voto impresso auditável e que compareceram na grande manifestação, os organizadores comemoraram o resultado. “Hoje foi gigante! Sergipe mostrou sua força e mandou o seu recado. Obrigado a todos que colaboraram para que esse momento pudesse ser realizado. Que venha os próximos”, publicou a Direita Sergipana.
O presidente estadual do PTB em Sergipe, Rodrigo Valadares, também demonstrou satisfação com o ato. No Estado, o parlamentar é um dos defensores assíduos da causa e tem, cada dia mais, fomentado o debate no Estado sobre o assunto, a fim de integralizar toda a população sobre a “nova” forma de voto.
“Se nós temos mecanismos para fortalecer a nossa democracia e garantir a lisura do processo eleitoral, que seja feito. O voto impresso auditável é você votar na mesma urna, a diferença é que terá a emissão do comprovante do seu voto, que você vê, confirma e ele cai em uma urna separada, para conferir depois. Não é votar em cédula e nem voltar no tempo dos dinossauros”, explica.
O presidente Jair Bolsonaro acompanhou as manifestações à distância e ressaltou que as eleições apenas serão democráticas de verdade se houver a contagem pública dos votos. Além disso, parabenizou os brasileiros pela grande ação por todo o país.
Voto Impresso Auditável
Já passaram-se 25 anos que a urna eletrônica tem sido utilizada no Brasil. Recentemente, o presidente Jair Bolsonaro acusou o modelo de não ser 100% confiável e como alternativa, visando assegurar a democracia, apresentou a ideia do voto impresso auditável.
Seguindo essa forma, os números que cada eleitor digitar na urna eletrônica serão impressos e esses papéis serão depositados automaticamente em uma urna de acrílico. Caso haja acusação de fraude no sistema eletrônico, os votos em papel serão apurados manualmente e o resultado será comprovado.
A pauta já tem sido abordada no Congresso Nacional, através da PEC 135/2019, redigida pela deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) e relatada pelo deputado Filipe Barros (PSL-PR), aguardando ser aprovada na Câmara e depois no Senado.
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que é o responsável pela organização das votações brasileiras, não tem ficado contente com a nova alternativa de voto e nega que exista vulnerabilidade no sistema eletrônico. Já pesquisas realizadas pelo Instituto MDA, por encomenda da Confederação Nacional do Transporte (CNT), mostra que 58% dos brasileiros são favoráveis ao voto impresso auditável.
Nesse sentido, buscando a certeza da confiabilidade, Bolsonaro deixa o seu questionamento: “O que é o voto democrático? Você precisa ter certeza em quem votou e de que o voto foi para aquela pessoa. Estão contra por que?”.
Por assessoria de imprensa

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta