Doutor Augusto Leite: um médico e homem público de grande notoriedade

Augusto César Leite nasceu no Engenho Espírito Santo, no município de Riachuelo-SE em 30 de julho de 1886. Filho de Francisco Rabelo Leite e Maria Virgínia Acióli Leite, foi idealizador e fundador de um dos hospitais mais importantes da nossa capital: o Hospital de Cirurgia, atualmente Hospital das Clínicas Doutor Augusto Leite, em sua homenagem.

Estudou parte de sua vida na sua terra natal e concluiu o ensino secundário na capital baiana, nos colégios Sebrão e Carneiro Ribeiro. Diplomou-se no curso de medicina em 1909, na Faculdade de medicina do Rio de Janeiro, capital do Brasil, na época.

Retornando a Sergipe, atuou como médico nas cidades de Capela e Maruim, porém residia em Aracaju. Em fevereiro de 1910 foi indicado e assumiu o cargo de diretor da Escola de Aprendizes Artífices da capital sergipana.

No início do ano de 1913, viajou para a Europa em busca de aperfeiçoamento na área de medicina, retornando 1 ano após. Em 1916, no mês de julho, deixou o atual cargo para aceitar um novo desafio: assumiu como professor de Noções de Higiene Geral do colégio Atheneu Sergipense. Ainda lecionou nesta mesma escola, História Natural, suas aplicações à Agricultura, Zootecnia e Indústria.

No ano seguinte, foi nomeado como membro efetivo do Conselho Superior de Instrução Pública e também eleito membro do Conselho Municipal de Aracaju, onde atuou por 2 anos. Nesse ínterim, em fevereiro de 1918, ainda assumiu a cadeira de História Natural do Seminário Diocesano de Aracaju.

Em 1926, foi diretor da Escola de Farmácia de Aracaju, ano que também foi eleito deputado à Assembleia Legislativa de Sergipe. Em 1933, fundou o partido União Republicana de Sergipe com a ajuda de Erônides Ferreira de Carvalho e Gonçalo Rollemberg do Prado, onde foi eleito deputado à Assembleia Nacional Constituinte assumindo o mandato no mês de novembro do mesmo ano.

Ainda conquistou cadeira como deputado federal, senador, pela Assembleia Constituinte de seu estado, pela legenda da União Republicana de Sergipe. Também atuou como diretor da maternidade Francisco Melo e do Serviço Cirúrgico do Hospital Santa Isabel. Ainda foi jornalista com participação em vários jornais do estado, presidente da Sociedade de Medicina e Membro da Academia de Letras de Sergipe.

Foi casado com Amélia da Cruz Leite, com quem teve 7 filhos. Também foi palestrante, conferencista e fez publicação “Da contra-indicação renal do emprego do salicilato de sódio”, tema de sua tese de doutorado.

Faleceu em Aracaju no dia 09 de fevereiro de 1978, deixando um grande legado de homem público que contribuiu muito para o enaltecimento da nossa cidade e estado. Sua memória estará sempre viva na mente dos Aracajuanos e Sergipanos.

 

 

Sou Vânia Sobrinho e estarei aqui semanalmente compartilhando com vocês textos biográficos de pessoas ilustres.

 

 

Biografia adaptada do site:

< http://www.fgv.br/cpdoc/acervo/dicionarios/verbete-biografico/leite-augusto-cesar>

 

 

 

 

 

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta