Em Aracaju postos de saúde vão abrir no feriado para vacinar contra a gripe

A vacinação da influenza (gripe) teve início em Aracaju nesta segunda-feira, 19, mas apenas para profissionais da saúde. Para os demais grupos da primeira fase, que são gestantes e puérperas, e crianças de seis meses a menor de seis anos, o primeiro dia para se vacinar contra a gripe será o Dia D, na quarta-feira, 21. Para essa etapa inicial, a Prefeitura de Aracaju vai distribuir 41.730 doses.

No feriado de Tiradentes será o Dia D contra a Influenza em Aracaju. Todas as UBS irão funcionar, das 8h às 16h, para vacinação das crianças, gestantes e puérperas que estão contemplados na primeira fase da campanha. “Inicialmente, destinaremos 20.340 doses às crianças menores de seis anos e 4.402 para gestantes e puérperas. Já para os trabalhadores da Saúde serão 14.958 e, nesse momento, a prioridade são aqueles que atuam em hospitais e retaguardas de atendimento covid”, reforçou Ana Paula Machado, coordenadora de Imunização da Secretaria Municipal da Saúde de Aracaju.

Durante o dia D, os serviços de rotina estarão suspensos. Essa estratégia foi pensada para evitar aglomerações e garantir que os pais vacinem os filhos sem contato com o público que procura outros tipos de atendimento.

Para ter acesso ao serviço, basta se dirigir à UBS mais próxima com um documento de identificação com foto e o cartão de vacina. No caso da gestante, é importante levar a caderneta da gestante, caso já tenha iniciado o pré-natal, ou o resultado do exame, caso esteja nas primeiras semanas.

Após o dia D, as UBSs continuarão vacinando, das 8h às 16h, aqueles que não puderam comparecer no Dia D. A segunda fase da campanha contra a gripe terá início no dia 11 de maio e contemplará idosos a partir de 60 anos e professores.

Alertas

Todos que fazem parte do grupo estão aptos para tomar a vacina da gripe, porém existem algumas contraindicações. “Pessoas com febre ou sintomas gripais devem esperar para se vacinar até o fim dos sintomas. Outro detalhe que devemos esclarecer é que a gente vai começar por esse público justamente porque não tomou vacina da covid ou porque já tomou há um tempo seguro. Esse cuidado é necessário, pois precisamos de um intervalo mínimo entre a vacina da covid e qualquer outra vacina que a pessoa precise tomar”, alerta Ana Paula.

A coordenadora de imunização reforça que os profissionais que tomaram recentemente a vacina da covid devem se atentar para o intervalo de quatorze dias entre uma dose e outra. “Neste momento de pandemia, a prioridade é a vacina da covid. Então, se o indivíduo for tomar a CoronaVac, a preferência é que ele primeiro tome as duas doses e, apenas 14 dias depois, tome a da influenza, já que o prazo entre as doses da CoronaVac é mais curto. Já para quem tomou a AstraZeneca, como há um internado de 90 dias entre as doses, o profissional pode tomar a da influenza 14 dias após a primeira dose, sem problemas”, detalhou Ana Paula

Publicidade:

Fonte: Infonet

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta