Em Aracaju, retorno da aulas presenciais é marcado pela segurança

Desde o último dia 3, as 74 escolas da rede municipal de ensino estão funcionando com a capacidade total de ocupação, depois do período de retorno gradativo das atividades, que aconteceu após meses de ensino remoto por causa da pandemia da covid-19. A decisão leva em consideração o Decreto Municipal Nº 6.589, de 14 de outubro, que atualiza as medidas de enfrentamento à pandemia.

Secretária municipal da Educação, Cecília Leite explica que como não há mais o escalonamento, todos os alunos devem comparecer diretamente na escola. “Nós fazemos aqui um apelo: convocamos todas as mães, pais e responsáveis, alunos e alunas matriculados na rede municipal de ensino que retornem presencialmente”, enfatiza.

A secretária informa que é garantido aos estudantes a opção pelo ensino remoto, mas destaca que estar diante do professor, com os colegas, é fundamental para o convívio e para o aprendizado. Para os pais que ainda têm dúvidas sobre a segurança do retorno, a secretária orienta que compareçam à unidade escolar e tire as dúvidas com a coordenação sobre as medidas sanitárias de proteção.
“As escolas continuam seguindo uma série de medidas de segurança sanitária, como a obrigatoriedade do uso de máscaras, de higienização das mãos e do espaço físico. Temos também os procedimentos a serem adotados para os casos em que haja suspeita de contágio de estudante ou profissional da educação”, ressalta Cecília.
Retomada segura
Auridete Carvalho, diretora da Emef Bebé Tiúba, salienta que o retorno das aulas presenciais foi gradativo. “Iniciamos com 33% da capacidade, depois aumentamos para 50% e como verificamos que era seguro, pudemos retornar com 100% da capacidade”.
Segundo a diretora, esse retorno está sendo importante para retomar a rotina escolar. “A pandemia foi um momento de muitos desafios, de uma outra rotina, então agora estamos caminhando, aos poucos, para retomar as atividades escolares. Mas continuamos com as medidas de segurança, com uso obrigatório da máscara e com os cuidados necessários”, enfatiza.
A coordenadora da Emef Anísio Teixeira, Débora Azevedo Déda, relata que com a retomada das aulas presenciais, a escola não registrou nenhum caso de contaminação entre os alunos nem com os professores, mas, ainda assim, as medidas de biossegurança são mantidas, o recreio continua suspenso e a merenda é servida de forma escalonada por turma para evitar aglomeração.
“Para a educação básica, a interação do professor com o aluno é fundamental. Então esse retorno é fundamental para que possamos avançar no aprendizado. E como temos observado, está tudo dando certo, com segurança”, avalia.
A professora Kaliane Lopes, que dá aula de matemática, descreve que é uma alegria poder retornar à sala de aula. “Percebo os alunos motivados. Não foi fácil para eles ficarem tanto tempo em casa, então agora retornam com muita energia e vontade de aprender”.

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *