Em mais um dia sem óbito por covid, Aracaju imuniza população de 29 anos

Gradativamente, seguindo um escalonamento, a população aracajuana está sendo vacinada contra a covid-19, e a capital sergipana já possui mais da metade dos seus munícipes com, pelo menos, a primeira dose recebida.
Nesta quarta-feira, 28, a Prefeitura de Aracaju, sob a coordenação da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), deu continuidade ao cronograma da campanha de vacinação e avançou para a faixa etária de 29 anos, além de seguir com contemplando gestantes e puérperas, e com a aplicação da segunda dose de CoronaVac e AstraZeneca.
No calor e ansiedade de receber a vacina, teve quem chegou a satirizar fake news e, literalmente, se trajou de um misto de esperança e indignação por tantas informações falsas que circulam a respeito da vacina.
“Parecia até que eu estava mais ansiosa para me vestir para esse momento do que para o meu casamento. É um dia muito especial e eu estava muito ansiosa. Me incomoda muito ver que ainda existe pessoas que questionam a importância da vacina e algumas que até deixam de tomar por conta das notícias falsas que circulam, por isso, sempre que possível, faço o apelo para que as pessoas se vacinem porque só com a vacina poderemos vislumbrar dias menos tenebrosos. Enquanto ainda não estiverem todos vacinados, devemos continuar com todos os cuidados e assim farei, por mim, por minha filha e por todos”, desabafa Isadora Costa.
Ela foi uma das 4.231 pessoas vacinadas nesta quarta-feira. Ao todo, 336.557 aracajuanos já foram vacinados, o que representa 50,61% da população com pelo menos a primeira dose do imunizante.
Quem também não tardou em ser vacinado foi o técnico industrial Bruno Reinaldo.
“Me sinto agraciado e feliz, sobretudo pelo momento em que estamos passando. Ser vacinado é um privilégio que, infelizmente, muitos não poderão ter porque perderam suas vidas, no entanto, para quem ficou, a vacina é de extrema importância, justamente para que não percamos mais ninguém para essa doença”, frisa Bruno.
Para o advogado Maurício Cruz, a vacina é o sopro de esperança na vida das pessoas, no momento atual “porque ela é capaz de salvar vidas”. “Estava muito ansioso por esse momento e, de alguma forma, me sinto aliviado, apesar de saber que a pandemia ainda não acabou e, portanto, todos precisamos continuar nos cuidando, mantendo as medidas de prevenção e não deixar de tomar a vacina”, ressalta.
Na casa de Vanila Carvalho Evangelista, todos tiveram covid-19 e conseguiram se recuperar, no entanto, ela entende a necessidade da imunização, “por mim e por todos”, ressalta. “A vacina salva vidas, mas, sabemos que, mesmo quem está vacinado transmite a doença, então, é continuar com os cuidados até que todos estejam vacinados. Acredito que as coisas ficarão melhores, no entanto, ainda é preciso cautela e seguir com a vacinação”, considera.
O mesmo pensando de otimismo tem o Felipe Andrade Porto, que lembra das vidas que se foram.
“Ainda passamos por tempos desafiadores que exigem de nós muito cuidado com a gente mesmo e com os outros. A vacina é uma dor a menos e uma esperança a mais, mas não podemos descuidar, agora. Acredito que, se todos mantivermos os cuidados preventivos e não deixar de tomar a vacina, as coisas tendem a melhorar e, assim, poderemos retomar com um ritmo mais tranquilo”, acentua Felipe.
A vacinação de pessoas com 29 anos segue até esta quinta-feira, 29 e, para isso, a Prefeitura  disponibiliza seis pontos fixos, que funcionam das 8h às 16h, e estão localizados no Shopping Riomar (Coroa do Meio), Aracaju Parque Shopping (Industrial), Estação Cidadania (Bugio), Universidade Tiradentes (Farolândia), Externato São Francisco de Assis (Suíssa) e Uninassau (avenida Augusto Franco). E dois drive-thrus, um no Parque da Sementeira e outro no pátio da sede do 28º Batalhão de Caçadores.
Gestantes e puérperas também seguem sendo vacinadas com ponto exclusivo, no Auditório Antônio Vieira Neto, localizado no bairro Siqueira Campos. Além do documento de identificação com CPF e comprovante de residência em nome da pessoa a ser vacinada, é necessário apresentar um documento que comprove a gestação ou puerpério.
CoronaVac
Os aracajuanos que receberam a primeira dose da vacina CoronaVac no mês de junho e que ainda não receberam a segunda, devem completar o esquema vacinal no Auditório Antônio Vieira Neto (das 8h às 16h), localizado na praça Dom José Thomaz, bairro Siqueira Campos.
Para a segunda dose, é necessário a apresentação do cartão de vacina, do documento de identificação com foto e comprovante de residência de Aracaju.
Os usuários que receberam a primeira dose desse imunizante em abril precisam enviar e-mail para vacinacovid2@aracaju.se.gov.br e solicitando a vacina. Para isso, é necessário anexar cópia de cartão de vacinação, documento com foto e comprovante de residência. Outra opção é entrar em contato com a Ouvidoria da Saúde, por meio do 0800-729-3534, opção 7, ou agendando em uma Unidade Básica de Saúde.
AstraZeneca 
Desde de segunda (26), a SMS antecipou a segunda dose de AstraZeneca, para as pessoas com D2 prevista entre os dias 1º e 7 de agosto. Os mesmos documentos apresentados no dia da primeira dose devem ser apresentados, assim como o cartão de vacina onde a D1 foi registrada.
Para receber a segunda dose de AstraZeneca a as pessoas devem buscar os seguintes pontos: Drive do Parque da Sementeira (não é necessário código), UBS Oswaldo de Souza (Getúlio Vargas), UBS Manoel de Souza (Sol Nascente), UBS Roberto Paixão (17 de Março), UBS Edézio Vieira de Melo (Siqueira Campos), UBS Marx de Carvalho (Ponto Novo), UBS Eunice Barbosa (Coqueiral) e UBS Augusto Franco (Farolândia).

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta