Fechamento do ensino regular noturno prejudica alunos e assunto chega ao Ministério Público de Sergipe

Na manhã da última terça-feira, 23, a união Sergipana dos estudantes secundaristas, unido aos representantes da União Brasileira dos estudantes secundaristas, JUSAMA, Sintese, JPT e professores da rede, protocolou um ofício junto ao Ministério público referente a inúmeras denúncias sobre o fechamento do ensino noturno regular no estado de Sergipe.

Segundo eles, alguns estudantes relataram que não estava conseguindo ingressar no primeiro ano do ensino médio regular, sendo obrigados a irem pra o polo de EJA mais próximo na região.

Durante o protesto, os representantes lembraram que o ensino regular noturno é um direito garantido pela LDB, e todo ato administrativo deve ser justificado e não notificado de maneira oral. Além disso, para eles, a ação é desrespeitosa à comunidade escolar e ao projeto pedagógico das escolas.

 

Por Assessoria

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Publicidade:

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta