Formação de Multiplicadores em Projeto de Vida e Empreendedorismo Social está com inscrição aberta

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), em parceria com a Fundação Telefônica Vivo (FTV) e Instituto Paramitas, abre inscrições nesta segunda-feira, 26, para o curso de Formação de Multiplicadores em Projeto de Vida e Empreendedorismo Social a partir da metodologia do projeto Pense Grande. O curso terá como público-alvo professores da disciplina de projeto vida do Novo Ensino Médio e contará com atividades síncronas e assíncronas. As inscrições estarão abertas até o dia 10 de maio, no site: www.pensegrandesergipe.org, com a disponibilização de 450 vagas para os educadores sergipanos.

O objetivo do curso é subsidiar os professores, gestores e equipes escolares a efetivarem o trabalho voltado para a construção do projeto de vida, formação dos aspectos físicos, cognitivos e socioemocionais dos estudantes, conforme preconiza a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB).

 

A diretora do Departamento de Educação (DED), professora Ana Lúcia Lima, destaca que projeto de vida é eixo do Novo Ensino Médio, e nessa perspectiva, segundo ela, é preciso discutir, se aprofundar e cada vez mais capacitar os professores e equipes diretivas. “Nosso agradecimento a essa parceria da FTV, com o know-how que vocês têm, com toda a tecnologia, cuidado e conhecimento para a gente poder aperfeiçoar a nossa prática pedagógica”, disse ela, informando que, além do Pense Grande, outros projetos impulsionam a parceria, como o Aula Digital e a disponibilização de podcasts educativos para os alunos do Ensino Fundamental, anos iniciais.

 

A coordenadora do Serviço de Ensino Médio da Seduc, Isabella Santos, informa que, prioritariamente, devido à alta demanda no que se refere à formação em projeto de vida, o curso será direcionado aos professores de projeto de vida das escolas-piloto do Novo Ensino Médio da rede pública estadual, coordenadores pedagógicos e articuladores do novo ensino médio. Em Sergipe, o projeto Pense Grande está inserido nas atividades de 33 unidades, cujos professores serão formados para executar as novas estratégias na sala de aula.

 

A presidente do Instituto Paramitas, Cláudia Stippe, explica que a equipe de mentoria acompanhará os educadores na fase 2 de projeto de vida e na fase 3 de empreendedorismo. “Será o momento de levar para a escola a multiplicação e esclarecer as dúvidas. Quem fez o curso conosco o ano passado sabe que a gente traz muitas ações mão na massa para que vocês consigam replicar na escola”, declarou ela durante o lançamento do ciclo formativo. O Paramitas atua em todo o Brasil, facilitando projetos de educação que envolvam a inovação educativa.

 

De acordo com Regina Calia, diretora de Projetos da Fundação Telefônica Vivo, os cursos serão divididos por temática e fases. Iniciada em 2020, a proposta formativa da formação em Projeto de Vida busca atender à demanda de educadores com atribuição para o tema que ocupa um lugar de destaque no novo ensino médio. “O percurso formativo, além de tratar das dimensões pessoal, cidadã e profissional do jovem, de modo contextualizado ao território, estimula a reflexão do educador quanto a seu próprio papel, o planejamento de suas aulas e a avaliação do componente”, informou.

Os cursos

 

A formação em Projeto de Vida será dividida em dois semestres, com 300 vagas. No primeiro, as ações terão como público-alvo os educadores concluintes da formação 2020, por meio da Fase 3, com a mentoria Pense Grande para o processo de multiplicação 2021. Em seguida, inicia-se o curso para novos educadores, respeitando o seguinte cronograma: Fase 1- Curso plataforma do Escolas Conectadas (25h); Fase 2 – Curso 32h com três turmas; e Fase 3 – Mentoria Pense Grande e Multiplicação (8h). No segundo semestre ocorre o mesmo calendário formativo, encerrando com o evento de culminância para reconhecer os educadores que se destacaram em suas práticas junto aos estudantes.

 

Já a formação em Empreendimento Social também acontece em dois semestres, com 150 vagas. As atividades seguirão da seguinte forma: Fase 1 – aulas na plataforma Escolas Conectadas com vídeos e webinars (9h); Fase 2 – Mentorias Pense Grande quinzenais, atividades e planejamento (21h); Fase 3 – Aplicação das atividades obrigatórias da trilha de construção da solução dos estudantes. A metodologia foi estruturada para atendimento à rede pública de escolas técnicas e, a partir de 2019, passou a formar educadores multiplicadores em escolas de ensino médio técnicas e regulares, em vez da formação direta de jovens.

Publicidade:

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta