Governo de Sergipe prorroga o prazo para entrega de documentos e convoca mais executores de serviços básicos

Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), prorrogou o prazo para que os executores de serviços básicos convocados entreguem os documentos. A convocação é referente aos candidatos habilitados e classificados no Processo Seletivo Simplificado 03/2018. A documentação deve ser enviada para o email documentos.pss@seduc.se.gov.br, até a próxima sexta-feira, 13 de novembro. Inicialmente foram convocados 95 candidatos, atualmente 102 nessa última chamada e mais outros serão convocados.

De acordo com o diretor de Recursos Humanos, Jorge Costa, a convocação inicial suprirá as escolas em recursos humanos para que promovam mais segurança à comunidade escolar no retorno das aulas presenciais e cumpram ainda mais os protocolos em saúde, quanto à limpeza e manutenção.

As aulas presenciais retornarão no dia 17 de novembro por conta do autorizo do Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais (CTCAE) do Governo de Sergipe, com previsão de retorno somente para 18 mil alunos das turmas dos terceiros anos do Ensino Médio e do curso Pré-Universitário; concluintes da educação profissional tecnológica (EPT) integrada ao ensino médio; educação de jovens e adultos (EJA) do ensino médio, de forma progressiva e híbrida, com limitação máxima de 50% de capacidade da sala de aula, em 204 escolas nos 75 municípios, o que corresponde a 14% do total de 153.875 alunos matriculados na rede estadual.

A Educação Infantil e o Ensino Fundamental não têm previsão de retorno presencial, mas continuam as atividades de forma não presencial com aulas pela TV e Rádio Aperipê e pelo canal YouTube.

Para dotar as escolas de condições na aquisição de materiais de higienização e proteção, dentro dos investimentos do Profin-Custeio, foi liberado um montante de R$ 9.117,514,50 a ser investido por meio do Profin-Projetos e Profin-Pandemia. Desse total, 5.797.710,00 foram creditados na conta das escolas, e a partir de agora, elas seguirão os procedimentos de execução financeira definidos na Portaria 2821/2019/ Seduc. Com esses recursos, as escolas poderão adquirir produtos como totem para higienização das mãos, aferidor de temperatura, protetor facial, máscaras, álcool, tapete sanitizante, entre outros itens, conforme protocolos de segurança definidos pela Organização Mundial da Saúde e Agência de Vigilância Sanitária.

Documentos a serem entregues

Os documentos originais devem ser enviados em arquivo único e em formato PDF na seguinte ordem: uma foto 3×4; cópias da Carteira de Identidade, CPF, Título de Eleitor; Extrato do PIS/PASEP (pode ser solicitado nas agências do Banco do Brasil ou Caixa); Conta Corrente no BANESE (Caso não tenha, solicitar previamente no setor de concursos); comprovante de residência (com CEP válido); Certificado de Reservista ou Alistamento Militar (para o sexo masculino); Certificado de Escolaridade, em conformidade com a exigência do cargo; Certidão de Antecedentes Criminais (Residentes em Sergipe retirar pelo sitewww.ssp.se.gov.br); Certidão de Crimes Eleitorais (Residentes em Sergipe:www.tre-se.jus.br); Certidão de Quitação da Justiça Eleitoral (Residentes em Sergipe: www.tre-se.jus.br); Certidão Negativa Penal Estadual (Residentes em Sergipe www.tjse.jus.br); Certidão Negativa Criminal Federal (https://consulta2.jfse.jus.br/certidaonegativa/emissaocertidao.aspx).

Também é exigido o envio de exames laboratoriais originais e digitalizados em arquivo único e em formato PDF: Hemograma; Grupo Sanguíneo e Fator RH; Parasitológico de Fezes; Sumário de Urina; Antígeno Prostático Específico (Homens acima de 40 anos de idade; Colesterol e Triglicerídeos; Glicemia); Sorologia para LUES (VDRL); Ureia; Creatinina; Ácido Úrico; ECG; Teste ergométrico, em substituição ao ECG, para todos os candidatos com idade acima de 40 anos; Raio X do Tórax (PA e PERFIL); Raio X Cervical e Lombar; Exame Audiométrico. Além disso, os candidatos devem apresentar as avaliações psicológica e oftalmológica.

Os candidatos com deficiência devem apresentar Relatório Médico da especialidade envolvida no tipo de deficiência e exames complementares compatíveis ao enquadramento como tal. Candidato deficiente visual deverá apresentar, em laudo oftalmológico, a aferição da acuidade visual e exame de campo visual computadorizado, de cada olho. Durante os exames médicos, a Perícia Médica poderá detectar a necessidade de exames complementares, ou mesmo solicitar a avaliação presencial do candidato. Na impossibilidade de escanear chapas ou outros documentos, devem ser enviadas fotografias digitais de boa resolução, convertidas em formato PDF, acompanhadas de respectivos laudos.

Para outras informações, confira o edital de convocação no link a seguir:

https://www.seduc.se.gov.br/concursos-

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta