Mandato do vereador Sargento Byron tem auxiliado as instituições da sociedade civil e cobrado ajuda para o setor

Entendendo a urgência de uma atenção e apoio às instituições do terceiro setor, desde o início do seu mandato, ainda em janeiro, o vereador de Aracaju, Sargento Byron (Republicanos), fundador do projeto Estrelas do Mar, tem dialogado com representantes das organizações da sociedade civil para compreender melhor as suas demandas, levá-las ao parlamento e buscar resolutividade.

Devido à crise do novo coronavírus, a falta de incentivo financeiro tem sido a principal reclamação das instituições, que dependem de recursos vindos do poder público ou da população em geral para continuar ofertando diversos serviços que fazem a diferença nas vidas das pessoas que mais precisam.

Só no primeiro semestre, o parlamentar já conversou com mais de 10 instituições, que, por unanimidade, reforçaram a necessidade da criação de editais de financiamento de projetos sociais. Além de instituições, Byron também recebeu, em seu gabinete, representantes de instituições que estão sendo constituídas.

“Percebemos com os nossos diálogos que as organizações precisam, urgentemente, de apoio para que continuem ofertando os seus serviços com qualidade e em sua totalidade. Percebemos que algumas estão bem estruturadas, mas outras até pararam alguns dos seus serviços devido à falta de recursos financeiros. Além disso, percebemos que existem diversas pessoas com excelentes intenções que querem constituir organizações, porém, como não têm orientações sobre os processos burocráticos, acabam passando por muitas dificuldades ao longo do processo”, explicou o sargento.

O vereador reforça a importância dos serviços proporcionados pelas  entidades do terceiro setor, que, segundo Byron, são complementares aos serviços públicos. “São instituições que acolhem, promovem serviços pedagógicos, de fisioterapia, odontológicos, atendimento médico, entrega de refeições, dentre uma infinidade de serviços. São trabalhos muito bonitos e que funcionam como complementares às ações promovidas pelo poder público. Muitas vezes, essas instituições conseguem ofertar serviços a pessoas que nem mesmo as gestões municipais conseguem alcançar. Devemos reconhecer esses trabalhos e apoiá-los”,  enfatizou.

Cobrança

O parlamentar da capital sergipana já esteve na Secretaria Municipal da Assistência Social apresentando algumas das reivindicações. “Vou voltar a cobrar que a Assistência Social elabore editais que destinem recursos a essas entidades. Tem dinheiro em fundos municipais, principalmente os adquiridos durante a campanha Destinar, e não podemos deixar que esses valores fiquem nos cofres, guardados, acumulando no momento em que mais essas instituições precisam”.

Auxílio

O gabinete do vereador tem se tornado um importante espaço de acolhimento das demandas e orientações. “Eu faço questão de receber os representantes da sociedade civil. Fui eleito com o objetivo de defender essa categoria. Eu, enquanto um empreendedor social, sei o quanto é difícil fazer parte desse segmento importante da sociedade. Por isso, a minha equipe está aqui para acolher as demandas, orientar e fazer os encaminhamentos necessários. Agora, no segundo semestre, vou tornar a voz desse setor ainda mais forte na Câmara”.

Visitas

Algumas das instituições visitadas ou que o parlamentar estabeleceu um diálogo foram Raio de Sol (Ciras), Apae, Gacc, Anjos Oncologia, Cristo Redentor, Engenheiros sem Fronteiras, Ações com Amor, Sociedade da Paz e Universal Futebol Clube.

Por Pábulo Henrique, assessor de imprensa

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta