Monitoramento de passageiros que desembarcam em Aracaju conta com uma equipe ampliada

A retomada da economia, após a redução dos casos de covid-19 em Aracaju, permitiu que serviços que antes haviam sido reduzidos ou suspensos, retornassem a um ritmo mais parecido ao que era antes. Esse é o caso da quantidade de voos no Aeroporto Santa Maria, que foi ampliada. Por isso, para tornar a entrada de pessoas na capital sergipana mais segura, o monitoramento dos passageiros que desembarcam no terminal aeroportuário foi ampliado.

Iniciado no mês de março pela Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o monitoramento era realizado por, aproximadamente, 10 profissionais. Com a ampliação, a equipe passou a contar com 15 pessoas para medição de temperatura, cadastramento dos passageiros, orientação sobre os serviços oferecidos pela SMS e que devem ser buscados, em caso de necessidade, além de encaminhamento dos sintomáticos para acompanhamento pelo MonitorAju .

“Nós tivemos muitos cadastros depois que começaram a aumentar esses voos diários. Hoje temos, em média, de 7 a 8 voos diários e uma equipe de 15 pessoas no aeroporto. Temos enfermeiros, técnicos, profissionais de educação física, profissionais da vigilância epidemiológica e sanitária para esse monitoramento, oferecendo todas as orientações necessárias para todos que chegam em nosso estado”, explica a coordenadora do serviço, Débora Oliveira.

De acordo com a coordenadora, de março até o dia 20 de setembro, 51.977 passageiros que passaram pelo monitoramento no aeroporto da capital sergipana foram encaminhados para acompanhamento junto ao MonitorAju. Ela informa que a ação conta com a parceria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da Aena,operadora aeroportuária que administra o Aeroporto Santa Maria.

A parceria permite que o serviço de monitoramento receba informações de casos suspeitos dentro da aeronave, possibilitando a realização de um cadastro específico dessas pessoas a serem monitoradas. “O monitoramento no aeroporto ainda se faz muito importante porque tivemos o retorno da atividade econômica em todo o Brasil e, com o número de voos que chegam a nossa capital sendo maiores, a gente precisa orientar as pessoas. A gente informa, por exemplo, as nossas unidades de referência e o telefone do MonitorAju, para que as pessoas tenham conhecimento de todas as informações que precisarem”, aponta a coordenadora.

Reprodução autorizada mediante citação da fonte: Imprensa 24h

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta