Novembro Azul: Prefeitura de Aracaju promove Dia D e intensifica cuidados com a saúde do homem

A Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realiza nesta terça-feira, 9, o dia D do Novembro Azul, campanha a qual busca conscientizar a respeito da necessidade da prevenção e diagnóstico do câncer de próstata, além de alertar para a importância de cuidados integrais com a saúde do homem.

A ação acontece em oito Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da capital: Augusto Franco, Geraldo Magela, Hugo Gurgel, Joaldo Barbosa, Dona Jovem, Carlos Fernandes, Anália Pina e José Calumby.

Nessas unidades, o público masculino pôde contar com serviços de aferição de pressão arterial, testes rápidos de HIV, sífilis e hepatites (A e B); avaliação de IMC e teste de glicemia; atualização do cartão de vacina; atendimento clínico (com agendamento de exames hemograma completo, sumário de urina e PSA); avaliação em saúde bucal, além de participar de palestras e roda de conversas educativas alusiva à saúde.

Sensibilizado com a campanha, o aposentado João Batista, de 61 anos, foi buscar atendimento na UBS Carlos Fernandes, no bairro Lamarão. “Fui avisado desse atendimento, e vim fazer o acompanhamento. Peço a todos os homens que busquem atendimento. É muito importante a gente se cuidar e se prevenir, procurar um médico principalmente sem estar sentindo nada, porque quando sentir algo, pode ser tarde. Procurem orientação médica”, recomenda.

A enfermeira Valdeídes Alves explica que o Dia D acontece hoje e também será promovido no dia 23 de novembro. Contudo, as portas das UBSs estão abertas todos os dias para receber o público masculino.

“Todos os homens podem procurar, todos os dias, as unidades de saúde para buscar atendimento médico, fazer seus exames de rotina, buscando sempre a qualidade de vida”, lembra a profissional lotada na UBS Carlos Fernandes.

A enfermeira Daiane Tiano foi a responsável por ministrar uma palestra na UBS Carlos Fernandes. “O homem, geralmente, acha que a vida é só trabalho, e a gente tenta lembrá-los que o cuidado tem de ser antes da doença chegar. Então, antes da doença chegar, a gente sempre procura divulgar para eles que o posto sempre está de portas abertas. A qualquer sinal de alarme ou não, mas que eles venham pelo menos uma vez ao ano para se cuidar. A melhor coisa é prevenir e não remediar”, observou.

Na UBS do Augusto Franco, o médico Israel Azevedo reforçou a importância dos homens procurarem atendimento, independentemente de estarem ou não doentes. Segundo ele, a primeira coisa que deve ser ressaltada é a importância do homem se cuidar não somente este mês, mas o ano inteiro, principalmente para aqueles mais desatentos.

“Essas campanhas são importantes. Da mesma forma que fazemos no Outubro Rosa, focado na saúde da mulher, no caso do homem, com o Novembro Azul, focamos a parte do câncer de próstata, que é o câncer mais prevalente no homem, principalmente a partir dos 40 e 50 anos. À medida que a idade do homem vai aumentando, esse risco aumenta”, alerta o médico.

Israel salientou ainda que, durante as consultas clínicas, é possível detectar algum tipo de alteração, por meio do PSA, um exame de sangue que mede os níveis do antígeno prostático específico, que é produzido pela próstata. “A exemplo do aumento natural da próstata. Mas é preciso ficar atento aos sintomas que podem indicar um problema”.

Joel Santos, 64, é paciente do Dr. Israel na UBS Augusto Franco e tem ciência da importância de cuidar da saúde com frequência. “É fundamental a gente fazer esses exames. Conheço uma pessoa que vai fazer cirurgia de próstata, aí resolvi fazer essa consulta. Todos os anos eu tenho que fazer esse exame, e não só da próstata, há outros também que são importantes. Vou continuar vindo ao posto todos os anos”, disse.

Sintomas
O médico Israel é categórico ao afirmar que, em muitos casos, o câncer de próstata é assintomático e, quando há sintomas, podem surgir dificuldade de urinar, aumento na frequência da urina, diminuição do jato de urina e presença de sangue no xixi, sensação de bexiga cheia ou gotejamento de urina. “Isso tudo pode ser um sinal em que a próstata pode estar aumentando de tamanho. É um momento de extrema importância para ressaltar a saúde do homem como um todo”, frisou.

O médico faz questão de ressaltar que o câncer de próstata, quando detectado inicialmente, tem grande chance de cura. “O sintoma é um sinal de alerta, então, é preciso ficar com uma atenção maior, uma urgência maior porque pode estar num quadro avançado. Mas o paciente assintomático não pode deixar de fazer os exames. Detectando precocemente, a gente faz todo o acompanhamento para a urologia, oncologia, exames necessários para confirmação do diagnóstico, e início do tratamento, que é fundamental para a gente evitar mortes por essa doença”, frisa.

Uma vez diagnosticada a doença em fase inicial, através dos exames nas UBSs, o tratamento é disponibilizado via Hospital Universitário (HU) e Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

Prevalente
O câncer de próstata, no Brasil, é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma, de acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA). No entanto, muitos homens deixam de fazer os exames para detectar a doença por preconceito, o que atrasa o diagnóstico e agrava a situação, conforme aponta a Sociedade Brasileira de Urologia.

 

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *