Orsse em Casa ganha destaque no período de pandemia

Um grande sucesso. Assim pode ser definida a execução do projeto ‘Orsse em Casa’ da Orquestra Sinfônica de Sergipe (Orsse), administrada pelo Governo de Sergipe, por meio da Fundação de Cultura e Arte Aperipê (Funcap). Desde o início do período de enfrentamento ao novo coronavírus, a orquestra está impossibilitada em realizar os tradicionais concertos de temporada no Teatro Tobias Barreto (TTB), assim como os ensaios do grupo em sua totalidade. No entanto, a produção continuou ativa com a apresentação de conteúdos para as plataformas digitais.

A gama de material produzido e a interatividade com o público possibilitou uma maior visibilidade do projeto. Em agosto, o grupo completa a efetivação de 120 vídeos inéditos e 40 lives do projeto ‘Orsse em Casa’, através do perfil @orquestra.sergipe no instagram. O diretor artístico da Orrse, maestro Guilherme Mannis, comenta sobre a mudança na forma de trabalho. “Trata-se de uma completa transformação no modo de comunicação com o público, mas sem perder a essência do que a orquestra propõe. A música sempre esteve em todos os momentos de nossas vidas e, mais do que nunca, foi vital para que as pessoas pudessem atravessar a difícil fase de isolamento social com serenidade, alegria e esperança. Nossa mensagem vem por meio da arte e, se os concertos presenciais ainda não podem acontecer, o conteúdo digital garante momentos especiais”.

Os vídeos inéditos abordam diferentes instrumentos e variados períodos composicionais. “Os mini-concertos têm conquistado um público interessado por conhecimento e novas publicações. E os vídeos das apresentações já executadas promovem o resgate de momentos únicos, como concertos com os solistas Nelson Freire e Maria João Pires, e regentes, a exemplo de Isaac Karabtchevsky e Luiz Malheiro”, acrescenta Mannis.

Coro Sinfônico

O Coro Sinfônico também não poderia ficar ausente da iniciativa. Considerado uma das atividades com maior capacidade de contaminação durante a pandemia, o canto coral só poderá retornar no próximo ano. Enquanto isso, os coralistas permanecem desenvolvendo aulas de canto e reuniões online, orientados pelo maestro Daniel Freire e a preparadora vocal Verônica Santos.

Novidades

Para este final do mês de agosto, a orquestra preparou uma série de gravações com os músicos da Orsse executadas no palco do TTB. As medidas de precaução propostas em protocolos nacionais e internacionais também foram adotadas. Os músicos realizarão a performance de oito peças do repertório camerístico que serão transmitidas em programas especiais da Aperipê TV (Canal 6.1) e reproduzidas nas redes sociais. Durante as exibições, o maestro Guilherme Mannis executará algumas peças ao piano, juntamente com os músicos da Orsse.

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta