Para os ministros do STF

Na coluna de hoje desejo mandar uma mensagem para os ministros do STF, rezo a Deus para que minhas palavras alcancem não apenas os ouvidos dos ministros, mas principalmente seus corações e suas consciências.

Escrevo como um simples cidadão Brasileiro. Sou apenas um entre milhões de Brasileiros que reconhecem a importância da operação Lava Jato para a construção de um novo Brasil. E como pertencente ao povo, relembro das palavras de Cícero em certa feita quando discursava em frente aos senadores Romanos que tentavam armar um golpe contra o estado. Parafraseando o grande orador Cícero:

Por quanto tempo, vocês, ministros do STF vão abusar da nossa paciência? E por quanto tempo suas loucuras irão nos incomodar? A qual fim suas decisões levarão nossa nação?

O Brasil é sem sombra de dúvidas um país polarizado. Esquerda e Direita, Nordeste e Sudeste, Corinthians e Flamengo, Biscoito e Bolacha. Todavia, quando se trata a respeito da
Operação Lava Jato, a população Brasileira encontra sua representatividade na luta contra a corrupção. Quero nessa humilde coluna clamar os Ministros do STF a saírem dos seus castelos e caminharem no meio do povo e os senhores verão o apoio majoritário que recebe a supracitada operação. Sigam o exemplo de Winston Churchill que certa vez pegou um metrô e conversou com a população Londrina antes de tomar uma decisão importante.

Segundo pesquisa da Data Folha conduzida em todo o país no ano de 2018, 84% dos entrevistados defendem a manutenção da Lava Jato e entre os eleitores e simpatizantes de Lula esse número atinge a impressionante marca de 77%. Essa pesquisa vem apenas comprovar que a população de nosso país não suporta mais a corrupção, seja ela de esquerda ou de direita.

Entretanto, na semana passada, os senhores desferiram um duro golpe em toda a Lava Jato, os senhores usaram e abusaram do juridiquês para justificar uma decisão errônea que pode acabar por libertar centenas de ladroes e corruptos. Como professor, penso eu que se você precisa florear seus discurso para justificar uma ação, isso talvez seja um sinal de que suas palavras são vazias e ignóbeis.

A verdade e límpida, cristalina, transparente e sobretudo esplendorosamente luz radiante. E a mim, parece que alguns ministros da Suprema Corte estão fugindo da verdade, tais como ratos que fogem da luz. Me parece que os mesmos estão a proteger ladrōes e corruptos que desviaram bilhões e bilhões da saúde, da educação e da segurança. A usurpação desses recursos financeiros atirou o Brasil na sua mais
profunda crise institucional e que nunca esqueçamos disso.

Encerro essa coluna, afirmando para vossas excelências do STF que se a justiça e a lei não for para todos, ela não é justiça e tão pouco será lei. Não precisamos de um jipe, um cabo e um soldado para fechar o STF. Precisamos de milhões de civis que carreguem a mesma bandeira, a bandeira da luta contra corrupção. Eu sonho com o dia em que os senhores compreendam a mais pura verdade, de que Ladrão e corrupto não possuem cor, sexo, religião ou condição financeira definidos. Que vossas senhorias compreendam que todos devem ser iguais perante a lei e que os senhores respeitem a constituição que juraram defender. Releiam com devida atenção e zelo o quinto artigo de nossa constituição que explicita o seguinte:

“Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade”.

E se mesmo depois dessa mensagem, a lei terrestre vier a ser violada, tardar e falhar, relembro aos ministros e corruptos que celebram o fim da operação Lava Jato, que a justiça divina, essa pode até tardar, mas nunca falha.

Por: Prof. Leonardo Lisboa, presidente do Instituto Liberal de Sergipe.

 

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta