Para sucessão de Inaldo em Socorro, Alessandro aposta em aliado de Edvan Amorim

Eleito deputado estadual pelo PPS (atual Cidadania) em 2018, com 14,2 mil votos, o menos votado dentre os 24 escolhidos, Samuel Carvalho é o nome do senador Alessandro Vieira para concorrer ao cargo de prefeito de Nossa Senhora do Socorro na condição de candidato do ‘grupo da nova política’.

Presidente estadual do Cidadania, Alessandro justifica seu apoio à pré-candidatura majoritária do deputado Samuel Carvalho no segundo maior município do Estado com o argumento de que o grupo que lidera busca mudar os rumos de Sergipe a partir de ‘novas práticas políticas’.

Entretanto, longe de representar a nova política cantada no discurso de Alessandro, o deputado Samuel Carvalho chegou ao poder pelas mãos do conhecido articulador político Edvan Amorim, presidente do PL (PR nas eleições de 2018) e irmão do ex-senador Eduardo Amorim, que preside o diretório regional do PSDB.

Para financiar sua campanha em 2018, Samuel Carvalho recebeu quase 170 mil reais do chamado fundo eleitoral – Fundo Especial de Financiamento de Campanhas, também conhecido como Fundão – do PR (atual PL) e do PSDB, quantia que representa mais de 38% do total que arrecadou.

Essa verba pública chegou na conta do candidato Dr. Samuel Carvalho por intermédio do comitê de campanha do então candidato a deputado federal Bosco Costa (PR), hoje deputado cassado pelo TRE/SE por malversação do dinheiro do fundo eleitoral em 2018.

Também devido à incorreta utilização da verba pública do Fundão nas eleições de 2018 a Justiça Eleitoral reprovou, por unanimidade do colegiado de juizes eleitorais, as contas da campanha do agora pré-candidato a prefeito de Socorro pelo grupo do Cidadania do senador Alessandro.

Porém, apesar de a corte eleitoral tem exigido de Samuel a devolução do dinheiro que este gastou descumprindo leis, algo que o torna inapto para lidar com verba pública, Alessandro vê esse correligionário, que preside o diretório do Cidadania em Socorro, como ‘bom candidato’ a prefeito.

Desse modo, o senador, literalmente, subestima a capacidade intelectual dos eleitores sergipanos ao defender justamente o nome do deputado Samuel Carvalho para a chefia do executivo municipal do mais importante município da Grande Aracaju depois da capital.

A conduta do deputado Samuel Carvalho nas eleições de 2018 é típica de representante legítimo das velhas práticas políticas que o delegado Alessandro Vieira diz combater; apenas no discurso, como se pode notar, pois faz vista grossa ao que o aliado, jogador do time de Edvan Amorim, fez no verão passado.

Tanto assim é que Alessandro fingi não ver que Samuel acomoda em seu gabinete parlamentar, com dinheiro público, Lucia Passos, filha Chico Passos, velho coronel de Ribeirópolis que exerceu oito mandatos de deputado estadual e em seu lugar deixou o filho Antônio Passos, ex-deputado de quatro legislaturas que hoje governa Ribeirópolis pela terceira vez e é pai de Georgeo Passos, deputado em segundo mandato cuja família tem assento na Assembleia desde a década de 1950.

Não bastasse tudo isso, Alessandro diz ainda ser contra o financiamento de campanhas eleitorais com dinheiro público, como se desconhecesse a fonte de recursos que abasteceu a campanha do deputado que deseja ver sentado na cadeira de prefeito de Socorro.

“Nosso país precisa de investimentos na educação, saúde, segurança pública e assistência social e NÃO destinar dinheiro público para campanha política desnecessariamente. (…) O aumento do Fundão atende somente os interesses dos grandes partidos. Recebendo mais recursos, concentram mais força e poder para deixar o sistema político como está. Isso é absurdo!”, afirma o senador Alessandro evidenciando toda a sua hipocrisia no campo político.

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes :

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta