Paralimpíadas Escolares 2021: Sergipe estreia com 29 medalhas

No primeiro dia de competições, realizadas na sede do Comitê Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, a delegação sergipana já conquistou 29 medalhas nas modalidades que compõem o paratletismo e a paranatação. Desse total, foram contabilizadas 14 medalhas de ouro, nove de prata e seis de bronze.

O técnico do paratletismo, Antônio Ferreira , participa das Paralimpíadas Escolares desde 2009 e conta que, mesmo com essa vasta experiência, o frio na barriga é sempre presente. Para ele, o primeiro dia de competição aconteceu acima da expectativa, pois os estudantes que competiram na modalidade estão levando para casa 10 medalhas de ouro, duas de prata e uma de bronze, ocupando o 6º lugar geral nesta primeira etapa.

“Estamos aqui com muito afinco e garra sempre na expectativa de ter grandes resultados, objetivando não somente as medalhas para o nosso Estado, mas também, de forma qualitativa, a participação dos nossos paratletas, a ponto de alguns alunos serem sondados para fazer parte do campo escolar do próximo ano. Realmente foi um dia especial que abre as competições aqui com chave de ouro, e pretendemos continuar nessa pegada”, relatou o professor e técnico Antônio Ferreira.

O primeiro ouro do paratletismo chegou pelas mãos do estudante Pablo Gabriel Atanázio D. Vasconcelos, que estuda na Escola Municipal Alcebíades Melo Villas Boas, nos 75 metros da corrida de cadeira. Ele também obteve o bronze no lançamento de dardo (classe F34). A preparação dele aconteceu não somente da forma física, mas também e principalmente a mental, conta o jovem. “Eu preparei muito o meu psicológico, que é o mais importante para mim, e agora me sinto muito bem e feliz. Descansei um pouco, me alimentei bem e consegui”, contou, na expectativa de voltar para casa e mostrar a medalha à família.

Para a Superintendente Especial de Esporte de Sergipe, Mariana Dantas, a delegação confirma o trabalho que vem sendo feito no desenvolvimento do paradesporto escolar no estado de Sergipe, principalmente na Rede Pública Estadual de Ensino. “Temos professores específicos para tratar do paradesporto tanto da paranatação, quanto do paratletismo e também do vôlei  sentado.  Não é à toa esse resultado e a tendência é ampliar e aumentar a inclusão, pois a Superintendência Especial de Esporte está fazendo um levantamento de todos os alunos que possuem alguma deficiência  para que possamos analisar as possibilidades de oferta de esporte a essas crianças e adolescentes. O esporte desenvolve não só a formação do cidadão, mas nesse caso dos alunos com deficiência, trabalha também na promoção da qualidade de vida, na socialização, e isso é extremamente importante para que eles tenham uma vida mais ativa, melhorando relacionamentos e desenvolvendo habilidades que facilitem o seu dia a dia”, relatou Mariana.

Na paranatação, a equipe ranckeou na 6ª posição geral, com cinco medalhas de ouro, sete de prata e quatro de bronze. Segundo o professor e técnico Ivan Secundo, o planejamento foi pautado pela formação de um quadro de atletas que pudessem competir de igual para igual entre os estados. “Durante um ano esse planejamento aconteceu para que conseguíssemos os melhores resultados possíveis. Uma coisa interessante e positiva sobre os resultados é que houve uma renovação do quadro de nadadores muito boa. Nós estamos aqui com quase metade dos atletas novatos na competição. Eles estão vindo pela primeira vez e são atletas muito novos, entre 11 e 15 anos de idade. Eles têm muito tempo pela frente para trabalhar e melhorar cada  vez mais, defendendo a bandeira do estado de Sergipe diante de todo o Brasil”, disse.

Yasmin Gabrieli Santos Lima conquistou a medalha de prata nos 25 metros livres. Aluna do Colégio Estadual Senador Leite Neto, ela conta que os treinos ficaram um pouco difíceis porque precisou parar de frequentar as aulas de natação, mas está obstinada em fazer uma boa prova durante o segundo dia de competições. “Voltei para os treinos e me preparei para competir. Agora me sinto muito feliz porque fui bem rápida, apesar de ter ficado nervosa, e acho que amanhã na prova de costas eu vou ser muito boa”, concluiu.

Outra modalidade que se destacou no primeiro dia de Paralimpíadas Escolares foi o vôlei sentado. Os estudantes à frente da equipe sergipana estão na semifinal desta quinta-feira, 25, após perder para o São Paulo de 2 sets a 1, e depois vencer para o Goiás de 2 sets a 0.

Confira o quadro de medalhas:

Paratletismo

Tarcísio Alves Nunes Barboza, ouro nos 100m em cadeira de rodas (Categoria Sub18, Classe T54);

Pablo Gabriel Atanázio de Vasconcelos, ouro nos 75m em cadeira de rodas (Categoria Sub16, Classe T34). Pablo também obteve o bronze no lançamento de dardo classe F34;

João Emanoel Silva Santos, prata no Lançamento da pelota (Categoria Sub14, Classe F46);

Eronildes Santana dos Santos, ouro no lançamento do dardo (Categoria Sub18, Classe F46);

José Weder de Jesus Silva, bronze nos 100m (Categoria Sub18, Classe T11);

Anna Clara do Nascimento, ouro no arremesso de peso (Categoria Sub16, Classe F40);

Kelianny dos Santos, ouro nos 100m (Categoria Sub18, Classe T11);

Lilia Melo Azevedo Menezes, prata no arremesso de peso (Categoria Sub18, Classe F46);

Luiz Felipe Carvalho Nogueira, ouro no lançamento de pelota (Categoria Sub14, Classe F40);

Raquel Vitória dos Santos, ouro nos 100m em cadeira de rodas (Categoria Sub18, Classe T54);

Yasmin Santos Moura, ouro nos 100m na PETRA (Categoria Sub18, Classe RR2); e ouro no arremesso de peso (Categoria Sub18, Classe F33).

Paranatação

André Felipe Pereira Classe (S14Categoria A), 25 metros livre, Prata, 25 Peito Prata;

Yasmin Gabriele Santos Lima (Classe S13, 25 metros livre) Prata;

Helena Carrilho (ClasseS9, 50 metros livres) Prata, e ouro no 50 Peito (Sb8);

Vinícius Dos Santos (Classe S12, 25 metros livre) Ouro 25 Peito Ouro;

Miguel Santos Lima (Classe S13, 100 metros peito) Prata;

Leda Maria Barbosa (Classe S9, 50 metros livre) Ouro, e bronze no 100 Peito (Sb8);

Cauã Melo Feitoza (Classe S9, 50 metros livre) Bronze Sb8 100 Peito Prata;

Isabela Lopes Dos Santos (Classe SB6, 100 metros peito) Bronze;

Willian Matheus Leite (Classe S5, 200 metros livre) Ouro;

Maria Verônica Menezes (Classe S6, 50 metros livre) Prata;

Daniel Santos Lima (Classe S12 100 metros peito) Bronze.

Assessoria de Comunicação da SEDUC – ASCOM

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *