Prefeito Edvaldo reinaugura escola Anísio Teixeira, referência no ensino de Aracaju

Os 521 alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Anísio Teixeira, voltarão, enfim, à unidade de ensino após oito anos. O prefeito Edvaldo Nogueira reinaugurou, nesta sexta-feira, 13,  a escola, que precisou ser transferida para um prédio alugado por causa dos problemas estruturais e dois princípios de incêndio em ventiladores em 2013. Agora, após passar por reforma e ampliação, com um investimento superior a R$ 3 milhões, da própria Prefeitura,  a unidade foi devolvida à comunidade escolar, que poderá dar continuidade ao legado da instituição, fundada em 1961 e reconhecida como referência de ensino na capital sergipana. A escola passa a ter capacidade para atender 1 mil alunos.

“Estou muito emocionado por poder entregar esta escola nesta data, aniversário da minha mãe e que, se viva, estaria completando 94 anos. Dei ordem de serviço para a obra no final de 2012, deixei os recursos e a planta pronta. Infelizmente, o projeto não foi tocado pela gestão que me sucedeu. Quando retornei em 2017, corremos atrás e, agora, estamos entregando a escola completamente pronta, demonstrando o nosso compromisso com a educação municipal. Anísio Teixeira é o patrono da educação brasileira, e que, na década de 1940, já defendia a escola em tempo integral. Então, só reforça a importância desta escola”, destacou Edvaldo.

Ao inaugurar o prédio, o prefeito ressaltou que a entrega representa não apenas a conclusão de uma obra material, mas, sobretudo, o fortalecimento do ensino público municipal. “Essa escola prova o nosso compromisso com a educação de qualidade. Estamos entregando um prédio completamente moderno e que abrirá muitas possibilidades para os estudantes que aqui se matricularem, dando continuidade à tradição da unidade de ensino e reforçando o padrão que buscamos implantar em todas as escolas da nossa rede. Estamos plantando a semente da esperança na vida dos nossos alunos”, enfatizou.

Edvaldo lembrou, ainda, que, recentemente, a Prefeitura reinaugurou outras duas escolas importantes da rede municipal – as Emef’s Carvalho Neto e Dom Távora -, cujas intervenções também foram realizadas com recursos próprios da Prefeitura. “No último mês, esta é a terceira escola, completamente reformada e ampliada que entregamos aos aracajuanos. Foram quase R$ 10 milhões investidos, com recursos da Prefeitura, para que mais de dois mil alunos pudessem ter acesso a estruturas modernas, iguais às oferecidas na rede particular. Isso é um avanço muito grande para o município”, ressaltou.

Do mesmo modo, a secretária municipal da Educação, Cecília Leite,  expressou sua “felicidade” pela entrega da escola. “Uma unidade que foi totalmente reformada e ampliada e que terá capacidade para 1 mil alunos, obedecendo critérios de acessibilidade e biossegurança para o retorno seguro das aulas. Mesmo com todos os desafios encontrados para a finalização desta obra, alcançamos  o melhor resultado, o que valeu a pena porque reforça o nosso compromisso com a educação pública gratuita de qualidade”, frisou.

A secretária salientou também que “todas as nossas entregas, nesta gestão, demonstram o nosso respeito pelos aracajuanos, principalmente pela comunidade escolar. Essa nova escola está à altura dos excelentes professores e gestores que aqui trabalham e dos sonhos de crianças e adolescentes que compõem a comunidade escolar”, manifestou Cecília.

Ampliação

Com a reforma e ampliação, a Emef Anísio Teixeira passou a ter 2 mil metros quadrados de área construída e capacidade para atender 1 mil alunos, do 1º ao 9º ano do ensino fundamental. Totalmente modernizada, a escola possui, agora, elevador para acesso ao segundo piso – já que todas as dependências foram adaptadas às normas de acessibilidade -, 12 lousas digitais e aparelhos de ar-condicionado.

No pavimento térreo, a comunidade escolar conta com biblioteca, quatro salas de aula, sala de recursos multifuncionais, sala dos professores, banheiros convencionais e acessíveis, além de almoxarifado, depósito de material esportivo, cozinha com despensa, quiosque e departamento administrativo. Já no segundo piso, são oito salas de aula, laboratório de informática e banheiros (convencionais e adaptados). A escola também passou a ter uma nova quadra poliesportiva, com 346 metros quadrados.

“Lutamos muito para conseguir concluir esta obra. Como os recursos destinados para ela, no segundo mandato do prefeito Edvaldo, foram alocados pela gestão que o sucedeu para outra escola, quando retornamos, em 2017, tivemos que correr atrás. Conseguimos finalizar toda a parte estrutural no ano passado, mas em virtude da pandemia, que gerou a falta de aço em todo o país, não conseguimos entregá-la antes. Não fosse por isso, ela já teria sido inaugurada ano passado. Hoje, por fim, conseguimos devolver à população uma escola ampla, acessível e moderna, que poderá dar continuidade a sua história e tradição”, explicou o presidente da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), Sérgio Ferrari.

Processo

A Emef Anísio Teixeira foi inaugurada em 1º de maio de 1961. Desde sua inauguração,  havia passado por um reforma, quando teve seu segundo piso construído. Em 2013, em virtude dos problemas estruturais e, após dois princípios de incêndio, foi fechada para novas intervenções e o ensino foi transferido para um prédio alugado, no Centro da capital. No final de 2016,  precisou ter seu ensino concluído na Escola  Municipal Juscelino Kubitschek e, em seguida, foi transferida para outro prédio alugado, na rua Vicente Mesquita, bairro Atalaia, onde permaneceu até ser reinaugurada.

Diretor da escola, Marcos Barbosa de Barros comemorou a reinauguração da unidade de ensino, que completou 60 anos. “A expectativa é a melhor possível porque vamos poder ampliar o atendimento à população. Estávamos com 260 alunos, pulamos, de imediato, para quase 600 e, abrindo o turno noturno, vamos abarcar a Educação para Jovens e Adultos. Hoje, a escola possui estrutura moderna, toda climatizada, então o conforto, bem-estar, acessibilidade, rede wifi, foram motivo de preocupação da Secretaria da Educação e do prefeito. Neste ano de aniversário de 60 anos, vamos iniciar uma nova trajetória e tenho certeza de que este novo prédio trará ainda mais credibilidade a nossa escola”, disse.

Acompanharam a reinauguração da escola a vice-prefeita, Katarina Feitoza, o ex-governador Jackson Barreto, os ex-deputados federais André Moura e Adelson Barreto, o deputado estadual  Adailton Martins, os vereadores Breno Garibalde, Sargento Byron, Vinicius Porto, Fabiano Oliveira, Manoel Marcos, Pastor Diego e Binho pelo Social, além de secretários municipais e da comunidade escolar.

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta