Prefeitura de Aracaju continua com fiscalização e orientação das medidas de enfrentamento à covid-19 no Centro

Na busca por manter baixo o índice de transmissão do  novo coronavírus (covid-19) na capital, a Prefeitura de Aracaju, em ação conjunta entre a Secretaria Municipal da Saúde, por meio da Vigilância Sanitária, e a Secretaria Municipal da Defesa Social e Cidadania (Semdec), através do Procon Aracaju, Guarda Municipal e Defesa Civil, realizou nesta quarta-feira, 7, mais uma ação de fiscalização e orientação relacionada às normas sanitárias que precisam ser seguidas neste momento de pandemia.

A programação terá continuidade ao longo do mês de outubro com intervenções em outros pontos da cidade, conforme planejamento traçado pela Vigilância Sanitária do município.

“Naturalmente, com a abertura do comércio, após vários dias de queda, houve um pequeno aumento no número de casos de covid-19 registrados. Então, essa operação visa conter esse aumento, ao orientar os comerciantes e clientes sobre a necessidade de cumprir as medidas de biossegurança, como uso de máscara, higienização das mãos com álcool em gel e distanciamento social”, explica o coordenador da Defesa Civil de Aracaju, major Silvio Prado.

A ação buscou cumprir um papel pedagógico, uma vez que tem sido flagrados vários casos de cidadãos transitando nas ruas sem a proteção adequada, ou utilizando o equipamento de maneira incorreta. Assim, houve a distribuição de panfletos explicativos.

“Nós viemos fiscalizar o uso correto das máscaras e orientar sobre a maneira certa de lidar com esse equipamento de proteção. Além disso, trouxemos alguns desses insumos para distribuir para aqueles que eventualmente tenham saído de casa desprotegidos”, aponta a gerente de Serviços de Interesse em Saúde da Vigilância Sanitária, Andreza Messias.

O esforço está sendo direcionado aos locais com uma maior probabilidade de ocorrer aglomerações, de maneira que as pessoas estejam cientes de que a pandemia não acabou, portanto os cuidados devem permanecer para que não ocorra uma segunda onda de transmissões.

“Essa ação integrada dá enfoque ao cumprimento das medidas estabelecidas nos decretos em relação aos cuidados sanitários necessários no combate à proliferação do novo coronavírus. Ainda que os estabelecimentos comerciais possuam autorização para funcionar, eles precisam seguir as regras que visam garantir a biossegurança, tanto dos trabalhadores quanto dos clientes, para que a gente não retroaja na situação da pandemia na capital”, ressalta o coordenador do Procon Aracaju, Igor Lopes.

 

 

 

 

Reprodução autorizada mediante citação da fonte: Imprensa 24h

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta