Profissionais de saúde do Hospital Unimed recebem a segunda dose da vacina contra a Covid-19

Nesta segunda-feira, 15, foi iniciada a aplicação da segunda dose da vacina CononaVac destinada aos profissionais que atuam na linha de frente contra a Covid-19 no Hospital Unimed. Durante a ação, cerca de 130 profissionais finalizaram o processo de imunização, que conta com duas aplicações da vacina.
Ao contrário dos anos anteriores, em que este período é destinado às festividades alusivas ao Carnaval, este ano o foco de todos do Hospital era apenas um: a vacina.
A enfermeira Amannda Farias Silva foi a primeira profissional do Hospital a ser vacinada. Hoje, Amannda destacou que o sentimento é de felicidade plena.  “Estou concluindo a fase, agora esperar que a vacina chegue para toda a população, estamos almejando isso. É uma felicidade plena, pois completamos as etapas da vacina. Como foi uma vacina rápida, as incertezas apareceram, mas foi uma batalha da sobrevivência e tivemos que dar a cara para bater. Agora, tomando a segunda, a gente tem a certeza de que deu tudo certo”, disse.

 

“Dádiva de Deus”
O diretor administrativo-financeiro da Unimed-SE, o médico Alvimar Rodrigues Moura, avalia que a segunda dose da vacina revigora o trabalho dos profissionais e garante mais segurança.
“Esse momento é fundamental.  Estão recebendo a vacina, pessoas que tanto se dedicaram, adoeceram e voltaram ao campo de batalha em prol da comunidade. Realmente é uma dádiva de Deus, essas pessoas estarem sendo vacinadas no nosso Hospital. A vacina trará mais segurança para as pessoas continuarem esse trabalho, afinal a pandemia ainda não acabou. É uma segurança para quem recebeu a vacina e para os familiares também”, destacou.
Oficialmente vacinados
A diretora clínica do Hospital Unimed, a médica Socorro Marrocos, também recebeu a segunda dose da vacina e reforçou a importância da imunização, principalmente quando os índices apontam um aumento de casos em todo o Brasil.

“Foi um momento ímpar para todos nós que estamos lidando com pacientes da Covid. No momento em que os casos voltaram a aumentar, essa segunda dose vem nos dar um pouco mais de segurança e tranquilidade para continuar prestando assistência aos que precisam, com Covid ou não. Quando recebi a primeira dose, não senti nenhum efeito colateral. Hoje, podemos dizer que estamos oficialmente vacinados”, comemorou a médica.

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta