Quando a morte é o assunto principal, o que fazer?

O tamanho do caixão, as velas, como será o velório, essas e outras questões são levadas em consideração em um dos assuntos mais falados ultimamente: A hora da morte. Muitas pessoas chegam a passar horas pensando como será seu próprio funeral e por que não ter uma morte em grande estilo e requinte. Se você é dessas pessoas que adora falar sobre a morte, existem 4 pontos quando o assunto é morrer:

Primeiro, morrer é algo natural, contudo é a passagem para um lugar desconhecido. 

Segundo, você pode escolher a animação de cada tipo de funeral, seguindo as recomendações do finado ou finada enquanto era vivo.

Terceiro, tente não criar fantasmas antes da hora, tente reduzir os níveis de assombrações para que a morte seja um assunto tratado com muita calma.

Quarto ponto, e o final é que morte se resume a exatamente isso: o fim de uma coisa para início de outra, só que, em outra dimensão, onde ninguém sabe exatamente o que é, nem como seja.

Refletir sobre esse assunto tão desafiador, a morte, com certeza vai te ajudar a visualizar melhor e exercitar o campo emocional com mais sutileza.

 

Meu nome é Andréa Modesto e estaremos aqui semanalmente conversando nesta coluna. Me siga no meu canal do You Tube: Andréa Modesto ou Facebook: www.facebook.com/andrea.liberty.5/saúde-daalma. 

 

 

 

Andréa Modesto
Assistente Social
Pós Graduanda em Saúde da Familia
Mestranda em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente
Atua na área da saúde emocional autora do Projeto Saúde da Alma.
E-mail: anmosa21@gmail.com

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta