“Quero pagar os servidores e reconstruir Laranjeiras”, afirma Juca em entrevista

Em entrevista concedida ao radialista Gilmar Carvalho, na Jornal FM, na manhã desta quarta-feira, 6, o prefeito de Laranjeiras, José de Araújo (Juca – MDB), afirmou que ainda não foi notificado oficialmente do pedido do bloqueio das contas do município, por parte do Ministério Público Estadual (MPE). De acordo com ele, assim que acontecer vai se reunir com a assessoria jurídica e representantes dos servidores para decidir quais providências irá tomar. No entanto, o gestor municipal está preocupado com o pagamento da folha dos funcionários do mês de janeiro.

“Temos o maior respeito com o Ministério Público, mas caso esse bloqueio aconteça, não saberemos de que forma honrar com o compromisso de pagar os servidores este mês trabalhado. O fato é que a Prefeitura não tem dinheiro para honrar com as folhas de dezembro, 13º e janeiro, apenas com a arrecadação do mês atual. Por isso, precisamos da ajuda e da parceria dos órgãos controladores e do próprio Ministério Público Estadual”, disse Juca.

“Temos apenas três dias úteis à frente da Prefeitura e estamos tomando pé de toda a situação e organizando a casa. Já sabemos, porém, que é caótica, pelo que apuramos neste período pós-eleição e na transição. A Prefeitura está sucateada, as contas estão sem saldo e o almoxarifado está vazio. A nossa certeza é que queremos honrar com o pagamento dos servidores e reconstruir Laranjeiras”, acrescentou Juca.

Ele destacou ainda que a atual gestão será pautada na responsabilidade e transparência. Assim como, frisou as ações já realizadas desde o dia 02 de janeiro. “Nesses primeiros dias, realizamos mutirões de limpeza, melhorias na iluminação, colocamos os serviços de Saúde e Assistência Social para funcionar, assim como outras ações essenciais já estão funcionando. Vamos continuar trabalhando para reconstruir Laranjeiras e trazer de volta o desenvolvimento para toda a população”, frisou Juca.

Quanto ao encontro cultural, Juca ressaltou que evento está sendo realizado de forma remota (Live), com o apoio de órgãos públicos, a exemplo do Governo do Estado e da Universidade Federal de Sergipe. As apresentações artísticas e culturais da Live serão realizadas apenas com artistas sergipanos, sendo a maioria grupos locais. Todos eles, no entanto, estão se unindo em parceria com o município no intuito de manter as tradições e as manifestações culturais da nossa cidade histórica”, enfatizou.

 

ASCOM PML

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta