Rodrigo Valadares demonstra indignação à prisão de Roberto Jefferson

A manhã começou agitada nesta terça-feira, 13, com a determinação de prisão ao presidente nacional do PTB e ex-deputado federal, Roberto Jefferson, expelida pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). A notícia mexeu com os conservadores, dentre eles o deputado estadual e presidente do PTB em Sergipe, Rodrigo Valadares, que declarou temer pelo futuro do Brasil.
“Nossa irrestrita e total solidariedade ao presidente do PTB, Roberto Jefferson, que nesse momento sofre uma prisão política e arbitrária. Estamos vivendo tempos sombrios, temo pelo futuro do nosso país. Que Deus possa abençoar a nação brasileira”, declarou.
Em justificativa à prisão, o STF apontou uma suposta participação de Roberto Jefferson em uma organização criminosa digital responsável por criticar os ministros da Corte e as instituições democráticas. Para os defensores do conservadorismo e alguns políticos, a ação foi vista como um ataque à democracia e a liberdade de opinião e expressão.
O parlamentar declarou ainda que acredita que as ‘prisões arbitrárias’ não acabaram por aí e aproveitou para mandar um recado ao presidente Jair Messias Bolsonaro, que até o momento não se pronunciou sobre o assunto.
“Presidente Bolsonaro, estamos vendo uma escalada autoritária nunca antes vista em nosso país, pelo poder judiciário. Ontem foi Osvaldo Eustáquio, Daniel Silveira e Sara Winter. Hoje está sendo preso Roberto Jefferson. Amanhã será preso o senhor e os seus filhos”, alertou.
Por Luísa Passos, assessoria de imprensa

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta