Rodrigo Valadares fala sobre trajetória política, expectativas para o PTB e prisão de Roberto Jefferson

O presidente do Partido Trabalhista Brasileiro em Sergipe e deputado estadual, Rodrigo Valadares, é também Secretário Geral Nacional do partido e, durante entrevista ao jornalista Valter Freitas, contou sobre a sua experiência na política e em ocupar um cargo tão importante.
Cristão, ele conta que tudo ocorreu de acordo com a vontade de Deus. “Eu tenho minha vida de submissão a Deus. São nessas horas que eu vejo os planos dEle. Me tornou presidente do Partido Trabalhista Brasileiro em Sergipe, depois deputado estadual, me fez conhecido em todo o Estado, nos concedeu a grande vitória que foi uma ótima colocação à prefeitura de Aracaju e, logo após as eleições, na convenção nacional do partido, Deus me colocou em uma posição onde Ele me exalta e me torna Secretário Geral Nacional do PTB, terceira função mais importante do partido”, contou.
Para ele, é uma honra ser ocupar um cargo a nível nacional dentro do partido que segue e acredita. “Ser Secretário Geral Nacional do PTB para mim é uma honra muito grande, pois este é o partido que estou filiado por toda a minha vida política e que, inclusive, poderá receber em seus quadros o presidente da república, Jair Messias Bolsonaro. Estamos em conversação, em tratativas e de portas abertas para recebê-lo”, destacou, defendendo que o PTB é o único partido que está totalmente pronto à receber Bolsonaro.
Na oportunidade, o deputado aproveitou para falar um pouco da prisão do presidente do partido, Roberto Jefferson, por crime de opinião, além de fazer severas críticas ao Ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes.
“Estamos todos na campanha pela liberdade do presidente Roberto Jefferson. Hoje estão sendo presos políticos, sofrendo perseguições terríveis por esse ministro Alexandre de Moraes, que é um ditador togado, alguém que está usurpando do poder aqui em nosso país, tomando de assalto o nosso poder para perseguir quem pensa diferente dele, que são os conservadores, bolsonaristas e de direita”, pontuou.
O parlamentar lembrou ainda que os erros precisam ser apontados, em defesa às nossas instituições e aos nossos poderes. “Roberto é o nosso líder e eu não tenho medo de falar de Alexandre de Moraes e dos erros que ocorrem dentre do STF. O STF é uma instituição, em que pese pessoa estarem lá fazendo desmandos, isso permanecerá e nós queremos protege-lá. É a mesma coisa na Assembleia, se houver um deputado que esteja fazendo alguma coisa errada, ele tem que ser apontado, caçado e sofrer todas as consequências legais. A Assembleia permanecerá”.
Por fim, Rodrigo Valadares contou que, na noite da última segunda-feira (30), Roberto Jefferson teve uma piora em seu quadro de saúde e precisou ser levado ao UPA. A solicitação é de que ele seja encaminhado ao hospital onde já faz tratamento, pois já conhecem todo o seu histórico e podem proceder de uma forma mais eficiente.
Por Luísa Passos, assessora de imprensa

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta