Rompimento: PT se rebela e torna a assumir posição política contrária ao governo Belivaldo

Depois de referendar a instalação de uma CPI na Assembleia Legislativa proposta por parlamentares da oposição, o PT em Sergipe volta a se levantar contra o governo Belivaldo Chagas, do qual ainda dizem ser aliados.

O diretório regional do partido, presidido em Sergipe pelo deputado federal João Daniel, que mantém sob seu controle a Secretaria de Estado da Agricultura, divulgou nota para marcar posição contrária à decisão do governo estadual de autorizar a retomada parcial das aulas presenciais para turmas de 1º e 2º anos do ensino fundamental.

Esse retorno, previsto inicialmente para o dia 3 de maio, foi adiado e passou a valer a partir de segunda-feira (10). Para isso, as escolas devem retomar as atividades presenciais de forma gradativa, disponibilizar a opção de aulas remotas e respeitar as normas de distanciamento e a limitação de 40% da capacidade de alunos por sala.

Assim como as demais decisões do governo para estabelecer medidas de enfrentamento da pandemia, a retomada das aulas presenciais para estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental foi decidida pelo Comitê Técnico-Científico e de Atividades Especiais, colegiado que conta com representação petista.

Entretanto, para o PT, “não há elementos técnicos ou científicos que justifiquem” o retorno das atividades escolares presenciais. “A contaminação aumentará caso as aulas presenciais sejam retomadas”, diz a nota petista sem apresentar, contudo, qualquer dado ou estudo científico para amparar tal afirmação.

Por outro lado, de modo a garantir a segurança da comunidade escolar, o governo estadual tem investido para assegurar as devidas condições sanitárias para o retorno gradativo das aulas presenciais. Além disso, Belivaldo anunciou a disponibilização de R$ 5 mil em equipamentos, como computadores e smartphones, para cada professor da rede pública estadual lotado em sala de aula.

“Queremos iniciar o quanto antes a vacinação contra a covid-19 dos profissionais de Educação em Sergipe, especialmente dos que já voltaram ou têm data prevista para retornar à sala de aula, e faremos todos os esforços para que isso aconteça. A intenção é de priorizar este público e garantir para toda a comunidade escolar um retorno ainda mais seguro das aulas presenciais”, disse o governador Belivaldo Chagas.

Sinais de rompimento
Antes de encaminhar nota pública à imprensa para manifestar posição contrária ao governo do qual participa, o PT já havia desprezado a liderança política de Belivaldo ao “bater o martelo” pela candidatura do senador Rogério Carvalho à sucessão do governador nas eleições 2022.

Segundo informou Mônica Bergamo, na Folha de São Paulo, o ex-presidente Lula se reuniu com Rogério na quinta-feira (6) “e bateu o martelo por sua candidatura ao governo de Sergipe”, revelou a jornalista ao divulgar uma foto do encontro entre os líderes petistas.

Porém, como a aliança governista apresenta vários nomes postos no tabuleiro do xadrez político para suceder o governador, os partidos do agrupamento haviam decidido discutir a majoritária somente em meados do segundo semestre. Mas o PT se antecipou e decidiu que lançará candidato a governador a despeito da posição dos demais partidos do agrupamento.

 

 

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta