São Cristóvão vacina policiais e internos do presídio Copemcan

A vacinação contra a covid-19 chegou até os policiais prisionais e internos do Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan), em São Cristóvão. A vacinação aconteceu nesta quinta (6) e imunizou com a 1ª dose tanto policiais prisionais acima de 18 anos quanto internos acima de 60 anos de idade (grupo prioritário dos idosos).

Segundo o Apoiador Institucional para Saúde Prisional, Wagner Mendonça, foram recebidas inicialmente 110 doses para vacinação das forças de segurança do presídio. “Estamos vacinando 60 policiais penais hoje, e o critério utilizado pela Secretaria do Estado da Justiça foi a idade, então estão sendo vacinados dos policiais mais velhos aos mais jovens”, afirmou ele.

“Dentro de um espaço como uma unidade prisional a questão do confinamento favorece muito a propagação de doenças virais . Então quando fazemos a vacinação, isso faz com que a gente diminua os riscos de contaminação tanto para os profissionais quanto para os internos”, enfatizou.

Além da vacinação deste grupo, um levantamento da população privada de liberdade que possui comorbidades está sendo realizado para que este grupo também seja imunizado. “Estamos realizando um levantamento cela por cela, em todos os pavilhões, com todos os internos para entender as necessidades em saúde de cada um. Isso tanto vai organizar a nossa prioridade de agendas da equipe de atenção primária, como também conseguiremos fazer o levantamento de comorbidades para a vacinação”, afirmou Wagner Mendonça,  Apoiador Institucional para Saúde Prisional.

“Todos nós que fazemos parte do sistema prisional estávamos trabalhando com medo. Morreu muita gente e até o momento não tínhamos sido vacinados. Agora graças a Deus está tudo certo, mas ainda falta a 2ª dose. Agora me sinto mais seguro de vir trabalhar e voltar para casa”, afirmou Jorge Barbosa, policial penal do Grupo de Operações Penitenciárias Especiais (GOPE)

D’klin Cardoso, diretor do Copencan afirmou que essa foi uma ação bastante importante tendo em vista que atualmente o Copencan conta com uma população de quase 3 mil internos. “Essa população é muito grande, comparada quase a população de alguns municípios. A vacinação dos policiais penais e internos vai proporcionar uma melhora na saúde, com um diferencial em relação a não termos mais problemas de internos que precisarão ser transferidos para hospitais”, explicou.

“Nós temos muito a agradecer a equipe de saúde de São Cristóvão, pois estão fazendo um excelente trabalho. Diminuiu bastante o fluxo de internos que tem de sair da Unidade prisional para unidades hospitalares pois quando eles fazem o primeiro acompanhamento dos internos, isso faz com que não avancem casos problemáticos que possam surgir. Aqui é fundamental o trabalho dessa equipe”, enfatizou o diretor.

A vacinação no Copencan continuará na próxima segunda (10) e à medida que chegarem mais doses no município. A previsão é que toda a população prisional, independentemente de idade seja vacinada na Etapa 4 do Plano de Vacinação de São Cristóvão, após a imunização do grupo de pessoas com comorbidades.

Publicidade:

 

Fotos: Heitor Xavier

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta