Sargento Byron sai em defesa da Polícia Militar de Sergipe

Após discussão sobre a atuação policial durante sarau, no bairro Industrial, o vereador de Aracaju, Sargento Byron (Republicanos), contestou falas de vereadores e vereadoras de Aracaju que, em seus respectivos pronunciamentos, descredibilizaram a atuação da instituição da Polícia Militar de Sergipe. O vereador defendeu que a Corregedoria faça a investigação de toda a situação.

“É muito difícil ser policial. É muito fácil julgar, avaliar uma situação aqui, sentados em uma cadeira, com toda segurança possível. Vista uma farda e saia nas ruas numa operação, lidando com pessoas desconhecidas, pessoas que não sabemos da índole, do caráter. Um juiz, meus amigos, tem tempo de sobra pra fazer a avaliação necessária de qualquer caso. Nós, policiais, não temos. É tudo naquele momento, às vezes, se não agirmos, pagamos com as nossas próprias vidas. Ou seja, sejam mais empáticos. Não estou aqui defendendo a atuações truculentas ou equivocadas não. Eu sou a favor de investigações por meio da Corregedoria, que é o órgão responsável por isso. Nós podemos discutir, mas não julgar ou descredibilizar a atuação da Polícia Militar de Sergipe que tanto faz pela sociedade”, disse o vereador Byron.

Sargento Byron reforçou a necessidade da valorização da classe e da garantia de segurança dos profissionais. “Eu ainda sou policial militar. Estou na reserva. Só sabe como é desafiador, tenso, inseguro, quem realmente está naquela farda. Pessoas que saem de suas casas e não sabem se voltam com vida. Homens e mulheres que são desvalorizados. E que são heróis, mas que, também, no primeiro erro, tornam-se criminosos e são desrespeitados. Infelizmente, muitos só reconhecem o trabalho da polícia quando precisam. Precisamos cobrar mais apoio à classe, mais qualificação, mais proteção”, ressaltou.

Na oportunidade, o vereador pontuou o quanto as atividades culturais são importantes para a população. “Não estou aqui para desqualificar nenhum tipo de movimento artístico cultural não. De forma alguma. Eu sou apoiador da cultura, a cultura precisa ser enxergada e o investimento deve acontecer. Infelizmente, ocorreu essa situação envolvendo a PM. Peço que o caso seja avaliado”, solicitou.
Por Pábulo Henrique, assessor de imprensa
Foto: Gilton Rosas

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *