Sergipe atinge mais de 300 mil testes para detecção da Covid-19

Sergipe atingiu a marca de mais de 300 mil exames para diagnóstico da Covid-19 realizados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). A unidade da Fundação de Saúde Parreiras Horta (FSPH) tem capacidade para processar uma média de 1.200 exames por dia, de biologia molecular (RT-PCR).

De acordo com dados do Gerenciamento de Ambiente Laboratorial (GAL), em pouco mais de um ano de pandemia a unidade registrou 310.415 mil cadastros de amostras, liberou 300.000 mil testes, sendo 157.128 detectáveis.

A diretora geral da Fundação Parreiras Horta, Luciana Déda, ressalta o trabalho incansável realizado por gestores e profissionais para o processamento das amostras oriundas das unidades de saúde dos 75 municípios de Sergipe. “O Lacen desempenha um papel fundamental na prestação de serviços para diagnóstico em saúde pública. Completamos mais de um ano de pandemia e as equipes continuam trabalhando diuturnamente para cuidar da saúde dos sergipanos “, destacou a gestora.

Conforme o superintendente do Lacen, o farmacêutico bioquímico, Cliomar Alves, o apoio da gestão foi essencial para promoção das adequações no parque tecnológico destinadas ao processamento de amostras SARS-CoV-2 (vírus causador da Covid-19). “Nesse pouco mais de um ano de trabalho intenso foram realizados investimentos na modernização do maquinário do laboratório, que passou a contar com novos extratores automáticos de RNA e termocicladores, o que ampliou a capacidade técnica de exames da Covid-19, pela técnica RT-PCR”, detalhou o gestor.

Para detectar o coronavírus é realizado um teste de biologia molecular que identifica o seu material genético. Essa análise é processada com amostras de secreções das vias respiratórias (nariz e/ou garganta) dos casos suspeitos, contatos de caso confirmado e assintomáticos.

Assim que chegam ao laboratório, essas amostras passam por diferentes estágios de preparação e extração do material genético das moléculas (RNA) até chegar a etapa final do processo e a emissão dos laudos com os resultados.

Serviço
O trabalho realizado pelo Laboratório Central cumpre protocolos do Ministério da Saúde (MS) que estabelece prioridade nas análises do novo coronavírus ou casos de pacientes hospitalizados por algum problema respiratório. Nesse sentido também são encaminhados para o laboratório casos especiais e que atendam a critérios epidemiológicos como, pacientes em unidades de terapia intensiva (UTI’s), idosos acima de 60 anos, gestantes e puérperas, profissionais que trabalham em instituições de saúde, dentre outros.

 

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter


Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta