Sergipe criou 1.496 empregos formais no mês de julho

Dados são do Ministério da Economia e foram divulgados pelo Observatório de Sergipe. Os municípios que mais geraram empregos no mês de julho foram Aracaju, com 611; Itabaiana, com 121; e Estância, com 97 novos postos de trabalhos formais

O estado de Sergipe encerrou o mês de julho com dados positivos no que diz respeito à criação de novos postos de trabalho. Dados do Caged, do Ministério da Economia, divulgados pelo Observatório de Sergipe, apontam que foram 1.496 empregos formais criados no mês de julho.

Os municípios que mais geraram empregos no mês de julho foram Aracaju, com 611; Itabaiana, com 121; e Estância, com 97 novos postos de trabalhos formais.

Todos os setores observados pelo estudo registraram saldo positivo de vagas, com destaque para o Comércio, que liderou o ranking com 673 vagas, seguido pelo setor de Serviços, com 291; Construção, com 176; e o de Agropecuária, com 112 vagas criadas.

Outros setores

No Comércio, o saldo positivo foi impulsionado, sobretudo, pelo comércio varejista, com 501 vagas, mais especificamente, pelo comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios, que registrou 104 novos empregos.

No setor de serviços, pelas atividades alimentação (115) e serviços para edifícios e atividades paisagísticas (106). Na construção civil, o destaque foi construção de edifícios (142).

Acumulado do ano

Em Sergipe, no acumulado do ano foram criadas 2.332 vagas. Já os últimos 12 meses acumulam 13.837 postos gerados.  O estoque de empregos no mês ficou em 275.664 postos. As informações foram analisadas e divulgadas pelo Observatório de Sergipe, vinculado à Secretaria Geral de Governo (SEGG), via Superintendência Especial de Planejamento, Monitoramento e Captação de Recursos (Superplan).

 

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

 

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta