TSE julga improcedentes ações contra chapa Belivaldo/Eliane

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou improcedentes ações contra a chapa Belivaldo Chagas (PSD) e Eliane Aquino (PT) apresentadas pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) por abuso de poder político-econômico nas eleições de 2018. O julgamento terminou com 6×1 votos para manutenção da chapa na administração executiva do estado de Sergipe, nesta terça-feira (09).

A chapa havia sido cassada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE), pelo placar de 6 a 1, em agosto de 2019. Após a decisão regional, a defesa apresentou recursos e o mandato dos dois depende do julgamento da corte suprema no âmbito eleitoral.

O Ministério Público Federal chegou a afirmar que houve de abuso de poder político durante o pleito de 2018. Segundo consta no processo, Belivaldo, enquanto governador em exercício, teria se aproveitado de eventos de assinatura de ordens de serviço e inaugurações para promover sua imagem.

Chagas teria utilizado do Programa ‘Mão Amiga’ com fins eleitorais. Segundo a ação, o governador reiteradamente organizou cerimônias abertas, nas proximidades do período eleitoral, para entrega de cartões e senhas aos beneficiários, sempre acompanhado de aliados e contando com publicidade ostensiva.

Fonte: Aju News

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

One thought on “TSE julga improcedentes ações contra chapa Belivaldo/Eliane

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *