Urgência 24h em São Cristóvão registrou zero pacientes nos leitos destinados à Covid-19

A Urgência 24h de São Cristóvão, localizada no bairro Eduardo Gomes, registrou zero pacientes internados na ala destinada à Covid-19. Com o constante avanço da imunização da população e a manutenção dos protocolos sanitários de prevenção estabelecidos pelas autoridades de saúde, os índices de casos vão diminuindo e consequentemente reduzem o número de pessoas com necessidades de internação.

 

Para Camila Barreto, gerente da Urgência 24h do Eduardo Gomes, a baixa nas internações por coronavírus representa um controle sobre os índices da pandemia, fazendo com que o serviço de saúde do município consiga respirar. “Esse número zero quer dizer que há um controle dos índices da pandemia, mas que ela ainda não acabou. Ainda é preciso manter os cuidados em casa, não se aglomerar, os cuidados de higienização de mão, e também a vacina. Isso tudo é um casamento de cuidados que se torna um grande resultado, vamos somando os cuidados e a prevenção, que resulta nisso: baixar os dados, menos pessoas doentes e menos pessoas internadas”, explicou Camila.

 

Ainda de acordo com ela, os leitos sem pacientes por covid-19 não é apenas uma realidade da Urgência 24h, mas também de outros locais. “Até os casos que estão vindo pra gente já são, na verdade, mais simples. Os dois pacientes que tínhamos aqui estavam com casos simples, precisando de baixa concentração de oxigênio. Conseguimos transferir o paciente em menos de seis horas após o médico solicitar a regulação dele.Isso demonstra que os baixos índices estão se refletindo em outros locais, e contribui para nossa agilidade no ciclo de regulação de pacientes.”

 

O coordenador de monitoramento e avaliação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), José Marcos, afirma que São Cristóvão está há quase dois meses apresentando reduções significativas a cada semana consecutiva nas taxas de incidência (casos novos) e de mortalidade (óbitos) em decorrência da COVID-19. “Em relação às internações, nos 22 primeiros dias de julho de 2021, a nossa média de internados foi de 4 pacientes a cada boletim diário. Para uma melhor ideia desta redução, em abril a nossa média de pacientes internados era de 18 por dia, em maio de 15 por dia e em junho de 12 por dia. Esses resultados são bastante positivos e estão relacionados um ao outro. E certamente também atribuímos esses efeitos ao avanço da vacinação contra a COVID-19 em nosso município, que associada a outras medidas de prevenção e controle, torna-se essencial neste enfrentamento à pandemia”, finalizou.

 

 

 

 

 

Notícias de Sergipe

Email: contato@imprensa24h.com.br

Imprensa 24 Horas

Siga nossas redes:

Facebook
Instagram
Twitter

Imprensa 24h

Notícias de Sergipe: Informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h.

Deixe uma resposta