Vereador de São Cristóvão cobra solidariedade a prefeitura em tempos de pandemia  

Na sessão ordinária da última quinta-feira, 29, na Câmara de vereadores de São Cristóvão, o vereador líder de oposição, Neto Batalha,   cobrou da prefeitura municipal mais solidariedade aos mais necessitados em tempos de pandemia.

Nesse sentido, o parlamentar reforçou a sua solicitação, feita no dia 08/04, que visa criar um Auxílio Emergencial Municipal às pessoas em situação de vulnerabilidade, medida adotada recentemente em Aracaju.

“Pedí um auxílio emergencial às classes mais carentes do nosso município, os que foram mais afetados pela pandemia, como os músicos e artistas. Vimos recentemente em Aracaju o prefeito conceder esse auxílio, dando três parcelas de R$ 200, valor esse que eu havia sugerido também, e faço um apelo ao prefeito Marcos Santana que tenha compaixão por essas pessoas”, declarou.
O vereador lembrou ainda da solicitação de prorrogação do pagamento do IPTU, ISS e TLF, feita por alguns vereadores, em reconhecimento à crise vivenciada e que ainda não foi atendida”.

“A medida vem para ajudar, enquanto pode, esses comerciantes que estão em total dificuldade, porque depois que fecha o comércio, não tem mais como ajudar mais, por sabermos as dificuldades que é para reabri-lo. Por isso, faço outro apelo, prefeito, tenha compaixão a essas pessoas que hoje estão passando por necessidade”, reitera.

Por fim, Neto Batalha apresentou uma moção de solidariedade à família da senhora Dilene Miranda Job, ex-secretária municipal de educação e ex-presidente da fundação João Bebe Água, que veio a falecer após complicações decorrentes da Covid-19. Em sua fala, Neto relembrou o quanto Dilene prestou relevantes serviços à comunidade de São Cristóvão e lamentou todas as vidas perdidas pela doença.

Imprensa 24h

Agilidade e informações com credibilidade são as marcas do Imprensa 24h

Deixe uma resposta